segunda-feira, 30 de março de 2009

Vez da Sofia

Em 2008, quando a Sofia estava no Jardim I, passamos pela Unidade Animais, seis anos após a Ana Luiza ter passado pelo mesmo assunto. Foi a vez de fazermos o livrinho da Sofia. Ela quis que eu desenhasse os bichos que ela escolhia e queria o som dos animais. Os desenhos eu fiz utilizando as formas disponíveis no PowerPoint, um tremendo quebra-cabeça e os sons eu encontrei em um site na internet. Começamos em Junho de 2008 e até hoje brincamos com esse livrinho. Em um determinado momento a Sofia pediu para eu colocar os amigos dela para dizer que foram ao zoológico juntos. No início dessa semana a Sofia quis colocar a voz nas crianças. Então gravei a voz dela dizendo : oi, eu sou a Sofia, essa é a Malu, esse é Enzo, etc... e assim cada vez que aparece uma criança na apresentação vem o som. Ela simplesmente amou a novidade. Agora a Sofia disse que quer o hipopótamo cinza e a Ana Luiza deu a sugestão de colocar os balões com as falas e os sons. Tarefas encomendadas, mas não realizadas. Ou seja, o livrinho fica em construção bastante tempo proporcionando muita diversão.

Aqui estão as imagens de como o livro está no momento, e eu estou tentando descobrir como anexar apresentações no blog para ter a animação do "livrinho digital" registrada.

Quatro slides condensados em um.



No slide das crianças tem o som da voz da Sofia, nas flores tem o som da abelhinha e na árvore tem o som do grilo.



sexta-feira, 27 de março de 2009

O Bichonário

Quando a Ana Luiza estava no Jardim I, com 3 anos, a escola trabalhou a unidade de bichos. Fomos à livraria ver alguns livros infantis sobre animais, adequados à faixa etária. Quando eu já ia comprar o livro para ela levar para a escola pensei que poderia explorar o interesse dela por mais tempo. Comprando o livro, a Ana Luiza ia folheá-lo por um tempo e depois deixaria de lado. Foi aí que tive a ideia de fazer o livro com ela.
Fizemos passeios ao zoológico para escolhermos os animais que iríamos colocar no nosso livro, várias idas às livrarias para ver os livrinhos sobre bichos, assistimos a muitos episódios de Zoboomafoo e a cada sugestão fazíamos uma página nova do nosso livrinho ou incrementávamos uma já existente.
Depois de três semanas de alguns minutos diários saiu o bichonário com figuras capturadas na internet. Imprimimos, levamos na papelaria e encadernamos. O orgulho da Ana Luiza com o seu livrinho foi indescritível. A Ana Luiza ainda o tem guardado até hoje. E adora paginá-lo no PowerPoint já que está cheio de efeitos.





A aranha foi feita por mim no PowerPoint, as demais figuras foram escolhidas pela Ana Luiza na internet.




...

quinta-feira, 26 de março de 2009

Com calda de brigadeiro

Bolo de caneca ainda está sendo uma novidade na família. É bolo de caneca no café da manhã, bolo de caneca na hora do lanche, bolo de caneca quando chega alguma visita e por aí vai.

Agora foi a vez da Ana Luiza que deu uma incrementada fazendo uma calda de brigadeiro de micro-ondas. Ficou ma-ra-vi-lho-so.

Conforme prometido para a minha amiga Ana, aí vai a explicação de como se faz brigadeiro em forno de micro-ondas. Esse foi feito pela Ana Luiza.



É importante o pirex ser alto e o leite condensado estar bem no fundo porque ferve que nem leite. Se a distância entre a mistura e a borda do pirex for pequena, pode transbordar. A primeira vez que nós fizemos o brigadeiro escorreu até o chão.



Com o pirex nessa altura, deu certo. O brigadeiro quando ferveu, subiu bastante, mas não transbordou.



O bolo da Ana Luiza feito na caneca mais estreita ficou perfeito. O meu, na caneca mais larga, ficou meio torto.

Bolo de Caneca

Eu não conhecia esse tal Bolo de Caneca. Vi pela primeira vez no blog da minha amiga Alê, que, aliás, escreve muito bem, e adorei.
Claro que fiz com as meninas e achei uma dica muito divertida e prática.



















Foi o café da manhã do Papai. Ele nem acreditou que foi a Sofia que fez em cinco minutos.
Agora vou experimentar com a Ana Luiza e ainda fazer um brigadeiro de micro-ondas para a cobertura.

terça-feira, 24 de março de 2009

Monteiro Lobato

Quando a Ana Luiza estava no Jardim II, em 2003, fizemos um trabalho de pesquisa sobre o Monteiro Lobato. Procurei o arquivo, mas não encontrei... uma pena. Só me lembro que o tal trabalho foi baseado nos personagens.
Nessa época, fiz um teatrinho de fantoches utilizando:
- 1 caixa de papelão (usei uma caixa de resma de papel);
- papel camurça nas cores vermelho e amarelo;
- retalhos do forro do sofá da minha amiga Raquel para a cortina;
- cola;
- palito de churrasco para o trilho da cortina.

Os fantoches dos personagens, feitos com EVA e TNT, foram os brindes do aniversário de 4 anos da Ana Luiza.
Inventamos várias histórias com personagens do Sítio do Picapau Amarelo, improvisando os diálogos e deixando a imaginação correr solta. Com essa brincadeira, nos aventuramos no universo do Monteiro Lobato, entramos na fantasia e nos divertimos pra valer. Lembro muito bem desse dia que foi registrado na memória e no papel (na época não tinha máquina digital ainda).
Aqui algumas fotos da nossa brincadeira quando a Ana Luiza estava com 4 anos.

Com a Emília:


Com o Burro Falante e o Quindim:


Com a Narizinho e o Pedrinho:


Com o Rabicó e a Dona Benta:


Com o Tio Barnabé e a Tia Anastácia:

segunda-feira, 23 de março de 2009

Pesquisa sobre Monteiro Lobato

A segunda pesquisa que a Sofia teve que fazer no Jardim II foi sobre Monteiro Lobato. Levamos duas semanas entre idas à livraria, leitura de histórias, conversas sobre Monteiro Lobato, comparações, brincadeiras, desenhos, até que saiu o trabalhinho.
















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo