quinta-feira, 31 de maio de 2012

Pappardelle de Shiitake

Desde que a Ana Luiza aprendeu a fazer cogumelos que estamos nessa fae aqui em casa: mix de cogumelos semanalmente.
Quando a minha amiga do trabalho, que é dona da filial Richet, da franquia Panemania, levou esse Papardelle de Shiitake, não tive dúvidas, trouxe para casa. Sabia que a Ana Luiza ia adorar.


Então fomos para a cozinha e preparamos uma jantar especial: Pappardelle de Shiitaki com molho de Shimeji.

O que utilizamos:

- 1 pacote de massa;
- 1 fio de óleo de canola;
- sal a gosto;
- 2 pacotes de shimeji;
- 1 cebola picada;
- 2 dentes de alho picados;
- molho shoyo a gosto;
- 1 fio de azeite extravirgem.

Como fizemos:

Cozinhamos a massa em uma panela com muita água fervente, um fio de óleo e sal a gosto.
Em outra panela refogamos a cebola e o alho em um fio de azeite. Acrescentamos o shimeji já em pedaços. Esperamos o shimeji minar água e adicionamos o shoyo.

A aparência do molho de shimeji não é lá essas coisas, mas fica delicioso.

Servimos o pappardelle de shiitake com o molho de shimeji. Ficou sen-sa-cio-nal!


E parece que foi ontem que eu estava fazendo a primeira papinha dessa minha menina linda. Agora ela está preparando o jantar pra gente comer juntas, pode?


Lugares de Papel: Rio de Janeiro

Nós somos umas apaixonadas pelo Rio, nossa cidade. Gostamos de explorar todos os cantos dessa cidade cheia de encantos. Também somos loucas por Bonecas de Papel e apreciamos demais os trabalhos da artista plástica Denise Brandt. Então, imagina só como ficamos quando recebemos a notícia de que a @denisebrandt tem novidades.

Ela está lançando a linha lugares de papel e, para nosso orgulho, a primeira edição é o Rio de Janeiro.


Não é lindo? Já estou aqui imaginando as muitas viagens na imaginação que poderemos desfrutar como essa brincando no Pão de Açúcar e no Cristo Redentor, dois cartões postais da nossa cidade.



O lançamento oficial da primeira edição dos Lugares de Papel vai ser no dia 04/06/2012 na Livraria Argumento que fica na Rua Dias Ferreira, 417, Leblon – Rio de Janeiro. A partir das 18h.

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Suflê de Couve-Flor

Depois do desafio de fazer as minhas filhas comerem espinafre, que foi superado com a ajuda do Cupcake de Espinafre, assumi a missão quase impossível de fazê-las comer couve-flor e brócolis.

Quanto ao brócolis ainda estou na tentativa buscando um acerto. Mas em relação a couve-flor eu consegui graças ao Suflê de Couve Flor. Uma receita simples, saborosa e que pode ficar bem divertida como essa aqui:



Ingredientes:

- 2 colheres de sopa de margarina;
- 1 cebola picada;
- 2 dentes de alho picados;
- 1 pitada de sal;
- 1 couve-flor;
- 2 colheres de sopa de amido;
- 2 xícaras de leite;
- 4 gemas;
- 4 claras;
- 100 gr de mussarela;
- queijo parmesão ralado para gratinar;
- rodelas de pepino, um pedaço de tomate e azeitonas para decorar.

Como fazer:

Cozinhe a couve-flor, pique em pedaços bem pequenos e reservar.
Bata as claras em neve e reserve.


Doure a cebola e o alho na manteiga, misture o amido, o leite, as gemas, o sal e leve ao fogo mexendo até engrossar.


Retire do fogo, acrescente a couve-flor e o queijo picados e misture.


Coloque em pirex untado, polvilho com o queijo parmesão e  leve ao forno por 20 minutos ou até gratinar.

Depois é só decorar e servir.


Aqui em casa as meninas não resistiram e se renderam aos sabores da couve-flor.

Outras receitas com couve-flor:

- Couve-Flor Recheada.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva: Vale a pena cozinhar de novo.
 
 

terça-feira, 29 de maio de 2012

Porque brincar faz bem.

Quando eu era pequena uma das minhas brincadeiras preferidas era de Boneca de Papel. Para a minha brincadeira ficar mais divertida, o meu pai fazia casas de cartolina para as minhas bonecas. Tenho bem viva na memória as minhas casas de bonecas. Sendo assim, quando eu vi a Minha Casa de Bonecas da Faber-Casttel eu viajei no tempo e me vi no meu quarto brincando com a minha casinha de bonecas feita pelo meu pai. Não resisti e trouxe o produto para casa.

Foi um sábado inteiro de brincadeira e diversão, sentada no chão, vivendo a infância das minhas filhas e revivendo as brincadeiras da minha infância.

"Ao brincar com a criança, o adulto está brincando consigo mesmo".

(Carlos Drummond de Andrade )




“Não paramos de brincar porque envelhecemos, envelhecemos porque paramos de brincar.”

(Nana, 103 anos)


Colorimos, recortamos, colamos, montamos, criamos juntas.


"Toda criança é artista, o problema é como permanecer artista quando crescer"
(Pablo Picasso)


Trocamos ideias, opiniões, construímos juntas, nos conhecemos melhor.

"É possível descobrir mais de uma pessoa em uma hora de brincadeira do que um ano de conversa"

(Platão) 


Brincamos, nos divertimos e rimos bastante.

"Brincar é condição fundamental para ser sério". 
(Arquimedes )



Foram horas que nos proporcionaram muita felicidade.


"Brincar com crianças não é perder tempo, é ganhá-lo; se é triste ver meninos sem escola, mais triste ainda é vê-los sentados enfileirados em salas sem ar, com exercícios estéreis, sem valor para a formação do homem."
(Carlos Drummond de Andrade)


* Este post não é um publieditorial. É o relato de momentos agradáveis e de convivência familiar  proporcionadas pelo ato de brincar.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Eu fiz bobeira

Se tem uma coisa que me incomoda muito (já falei disso algumas vezes aqui) é ver as minhas filhas brigando e se desentendendo, apesar de saber que isso é totalmente normal entre irmãos. Fico mais chateada ainda quando o motivo da desavença e por disputa pela minha atenção.

Algumas vezes, basta a Ana Luiza vir falar comigo para a Sofia interromper e querer falar por cima. Isso já é o suficiente pra começar:

- Eu tava falando primeiro.
- Mas o meu assunto é mais importante.

E eu preciso entrar em ação como juíza das duas pessoas que mais amo e mostrar que devemos ser educadas e respeitosas.

Outro dia, numa situação dessa, e meio sem paciência falei para a Sofia:

- Eu amo as duas de forma igual, as duas são importantes para mim da mesma maneira, mas você, Sofia, fazendo assim eu acabo falando com você primeiro porque você está sendo a mais chata.

Pronto! Na hora que falei isso percebi a besteirra que eu tinha feito. A Sofia arregalou os olhos, fez uma carinha de susto que cortou o meu coração. Como ela é chegada as artes dramáticas não podia deixar por menos e aproveitou para dramatizar e massacrar o meu coração ainda mais.

- Você não me ama! Você me chamou de chata! Como alguém pode amar uma pessoa que acha chata!
- Eu não chamei você de chata. Você não é chata! Essa atitude de interromper quem está falando que é chata e é falta de educação.
- Você me chamou de chata sim! Você partiu o meu coração!

E por essa linha o drama prosseguiu por algum tempo e com isso a Sofia conseguiu desviar todas as atenções para ela.

De qualquer forma eu fiz bobeira, não devia tê-la chamado de chata, percebi o quanto isso a magoou e pedi desculpas em forma de carta, já que ela não estava me ouvindo.


A Sofia ficou toda feliz com a carta-declaração que está até hoje pendurada na porta do armário dela.
Depois, com os ânimos acalmados, coversei mais uma vez sobre a questão de esperar a vez dela para falar e ter atenção, sobre respeitar as pessoas e ser educada. Por enquanto, melhorou.





domingo, 27 de maio de 2012

Cupcake de Iogurte de Morango com Chocolate

Ontem a vizinha nos trouxe alguns cookies como agrado. Para retribuir a gentileza, a Ana Luiza quis fazer cupcake de morango. Adaptei a receita do Bolo de Iogurte substituindo o iogurte natural por iogurte de morango e demos uma incrementada com pastilhas de chocolate.

O que utilizamos:

- 1 copo de iogurte de morango (200 ml);
- 1/2 copo de óleo (100 ml) - (usamos o próprio como do iogurte como medidor);
- 3 ovos grandes inteiros;
- 2 copos (o mesmo do iogurte) de farinha de trigo;
- 2 copos (o mesmo do iogurte) de açúcar;
- 1 colher de sopa de fermento;
- morangos picados;
- pastilhas de chocolate da Kopenhagen.

Como fizemos:
Batemos no liquidificador o iogurte, o óleo e os ovos.


Em outro recipiente misturamos a farinha, o açúcar e o fermento. 


Depois acrescentamos a parte líquida, aquela do liquidificador, e misturamos até termos uma massa homogênea. Colocamos os morangos picados e mexemos rapidamente.


Arrumamos nas forminhas acrescentando as pastilhas de chocolate como recheio em cada bolinho.


Levamos ao forno pré-aquecido a 180ºC por 40 minutos.


Os cupcakes ficaram saborosos, cheirosos e fofinhos. A receita rendeu 12 cupcakes grandes e mais dois bolinhos em formato de abelhinha e libélula.


Já retribuímos a gentileza da nossa vizinha (gentileza gera gentileza) e vamos presentear a Vó Ana com esse carinho em forma de delícia.


sábado, 26 de maio de 2012

Blogagem Coletiva: Esmalte + Estampa

A blogagem coletiva de esmaltes, da Fernanda Reali, dessa semana está colorida e estampando alegria com o tema Esmaltes e Estampa.

Eu passei o verão utilizando muitas estampas. Fiquei enlouquecida com a coleção Verão 2012 da Enjoy que foi inspirada no trabalho do arquiteto espanhol Antoni Gaudí, e estava com estampas lindas.

Esmalte utilizado na blogagem Esmalte + Maquiagem.


Nessa semana eu comprei, com a @patriciadaltro, do blog Bichos de Pano, uma bolsa organizador de maquiagens com uma estampa de coruja que eu fiquei apaixonada.


Não resisti e comprei também, com @patriciadaltro, essa nécessaire bordada com uma matrioska lilás. Linda demais!


Das coisinhas lindinhas, fofinhas e estampadas que a Ana Luiza tem o que ela mais usa e que eu adoro é essa bolsa envelope.



A Sofia tem um cobertor de coração, felpudo, fofo, macio, gostoso e que ela ama. O problema é que a Sofia quer dormir todas as noites com o ar-condicionado ligado só para se cobrir com este cobertor.

 A Sofia está usando o esmalte lilás Zazá da La Pogee. Para as flores no dedão ela usou o Azul Celeste da La Pogge e o Rosa Shock da Impala.

Como o tema é estampa resolvi dar um colorido nas unhas. Fiz uma filha única utilizando vários esmaltes. Fiz quatro listras com: Verde Palmeira, da Colorama; laranja Tech da Impala; rosa da Hits, azul Água Fresca da Impala. Como eu estava inspirada na estampa ainda cobri com os esmaltes perolados da linha Sou Fã de Criança da Hits nas cores: verde - Cabra-cega; Laranja - Queimada; Rosa - Cirandinha e azul - Gato-mia;


Fiz duas tiras com durex e cobri com o esmalte que ganhei da Vanessa, o Cabernet da Beaty Color.


Eu diria que... ficou... divertido. Ah, e corrigindo não fui eu que fiz as minhas unhas e sim a Laila.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Pequenas Felicidades: Post #14

Essa semana foi repleta de comemorações e encontros que deixaram os nossos dias recheados de Pequenas Felicidades que vou contar na blogagem coletiva proposta pela Rita Corrêa, do blog Botõezinhos.

- Ter mais um encontro com amigas blogueiras no Forte Copacabana é sempre motivo de muita alegria. Dessa vez foi para receber, aqui no Rio, a amiga Ana, Mãe Mochileira, que estava sem o filho Malinha, e veio lá de Natal.

Ana, Mãe Mochileira e Sandra Portugal, Projetando Pessoas.
Angela Panaro com a filhota linda, Eu, Ana e Rachel Canella.


- Sair para um almoço em família é sempre um motivo de felicidade pela convivência em família.


- Ser convidada para a comemoração de aniversário de amigos nos faz sentir queridas e felizes por poder prestigiar essas pessoas. Tivemos festa no sábado e churrasco no domingo. Isso fez o nosso final de semana agitado, animado e totalmente preenchido.



- Almoçar com as amigas especiais e comemorar o niver da Ana Fonseca deu aquela quebrada fundamental na rotina de trabalho.


- Ir ao lançamento do livro da amiga Aline Bordalo, "O Quero-quero artilheiro", me possibilitou encontrar amigos, a Sofia reviu os amigos dela e ficou muito feliz por isso e ainda tive o meu momento só com a Sofia. Eu valorizo bastante esses momentos individuais com cada um da família. Enquanto eu tive o meu tempo com a Sofia a Ana Luiza aproveitou o papai só para ela.

- Encontrar as amigas Fernanda Reali - Fernanda Reali; Lin - Lin Sousa Fazendo Arte; Patrícia Daltro - Bichos de Pano e Vanessa - Mãe é tudo igual é sempre motivo de muito riso, muita alegria e muito troca-troca de experiência, carinho, amizade e esmalte, é claro. Ganhei um esmalte lindo da Vanessa, uma caixa de minibis, comprei uns paninhos de prato muito fofos feitos pela Lin e umas bolsinhas muito charmosas feitas pela talentosa Patrícia.


- Sair para jantar só com a Ana Luiza. Como nessa semana teve o tempo individual da Sofia, nada mais justo do que ter o tempo individual só com a Ana Luiza. É sempre muito bom conversar com a minha filhota, observar como está crescendo, ficando cada dia mais madura, perceber os novos interesses dela. Agora está na fase das frases. Achei muito engraçado quando ela me perguntou se eu achava que a frase abaixo, que eu não me lembro da autoria, era uma verdade.

"Só conhece realmente um homem a ex-mulher dele."

Realmente não sei, pois não sou ex-mulher de ninguém.

- Minha mãe vir aqui em casa ver as minhas filhas tão felizes com a presença e carinho da avó. Minha mãe está sempre alegre, é divertida e animada. Com ela aprendi ser de bem com a vida.


- Ir comemorar o niver da grande amiga e madrinha da Ana Luiza. É muito bom ter amigos verdadeiros que fazem parte da minha história de vida. E além de estar com as minhas filhas, ainda tive a companhia da minha mãe e da minha irmã. Só faltou o marido que não pôde ir porque estava finalizando um trabalho.



- Ganhar presente das filhas e do marido sem data especial, sem motivo especial, me fez sentir linda e especial. Tô me achando :) :) :). O presente é a minha cara não é?


E que venha mais uma ótima semana com muitas felicidades para todos.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Blindex serve pra quê?

Antes de ter filhos o banheiro sempre foi, para mim, um lugar de privacidade, de introspecção, de reflexão. Eu me lembro de quando era adolescente e eu entrava no banheiro e ficava horas olhando no espelho e conversando comigo mesma, pensando na vida. Sem falar no banho que sempre foi um momento de relaxamento para tirar as tensões do dia ou revigorante para dar enregia para encarar o dia que vinha pela frente.

Com a chegada das filhas, a minha vida mudou e uma das muitas mudanças foi a minha relação com o banheiro. Primeiro que a privacidade acabou. E o sossego também. É só eu entrar no banheiro que a Ana Luiza e a Sofia surgem com alguma necessidade urgente e já vem aquele:

- ManhÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ.

Hoje me peguei em uma situação inusitada.

Estou eu tomando o meu banho relaxante depois de ter trabalhado o dia todo, ter saído com a Ana Luiza, ter jantado com a família, ter estudado com a Sofia, ter colocado a Sofia para dormir, ter explicado algumas questões do dever de matemática para a Ana Luiza, quando a Ana Luiza entra no banheiro com o livro dematemática em punho.

- Mãe, eu não estou entendendo essa questão.
- Tá bom Ana Luiza, pula essa, faz as outras que quando eu sair do banho eu te ajudo.
- Mas mãe, é rapidinho, é só você olhar aqui.
- Ana Lu, eu estou sem óculos e toda molhada. Não dá para dar uma olhadinha.
- É que eu não estou conseguindo dividir aquele polígono (eu já tinha explicado os exercícios então sabia qual era o tal polígono) em três quadrados e um retângulo.
- Ana Lu, é só fazer assim.


- Ah tá, entendi. E agora eu preciso fazer a equação da área desse polígono.
- Então você tem que pensar em como...

E o estudo continuou no blindex. Quando me dei conta, eu tinha passado todo o tempo do meu banho, que era para ser relaxante, estudando matemática com a Ana Luiza.

Deu para relaxar? Claro que não. Mas quando me dei conta até que achei a situação divertida. 
Delícias da vida de mãe!

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Brincando de Professora de Matemática

Ontem à noite a Sofia me chamou para brincar de Matemática.

- Mãe, eu adoro Matemática. Vamos brincar? Eu passo um trabalho para você e depois você faz um para mim, tá bom?
- Legal. Eu também adoro Matemática.

E lá foi a Sofia professora preparar o meu trabalhinho que eu fiz e ela corrigiu.


Aí foi a minha vez de fazer um exercício bem bonito e colorido para a Sofia.



Eu me lembrei de quando eu era pequena e adorava brincar de escolinha com as minhas amigas ou com as bonecas. Foi muito gostoso brincar de escolinha com a minha boneca.

Outras brincadeiras com a Matemática:

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Nós Fomos! Lançamento do livro "O Quero-quero artilheiro"

Conforme já falei em alguns posts (como esse AQUI) acredito que marcar presenças em lançamentos é um dos maiores incentivos à formação de ótimos pequenos leitores.

Hoje teremos o lançamento do livro "O Quero-quero artilheiro", da jornalista Aline Bordalo e com ilustrações de J.P Veiga.




"Há 15 anos a jornalista Aline Bordalo dedica-se à cobertura dos campeonatos de futebol na televisão. Nos bastidores do esporte conheceu o quero-quero, espécie de pássaro que vive em gramados e fez história no Maracanã. Em dias de jogo, por exemplo, funcionários do estádio faziam uma ronda pelo campo para tirar os ninhos e seus ovinhos. Inspirada nas curiosidades do pássaro, a jornalista escreveu o livro infantil “O Quero-quero Artilheiro”, que a Daudt Design Editora, lança no dia 21 de maio, no Planetário da Gávea.


Em seu primeiro livro, Aline Bordalo conta a história de Garrinchinha, um quero-quero, residente no Maracanã, que durante uma partida de Fla x Flu, faz o possível para salvar a si e a seus amigos dos invasores de sua casa: os jogadores. “As crianças se envolvem com a história, pois ela se passa durante um jogo de futebol, e quem não quer saber como um jogo termina?”, destaca a escritora.  “Além disso, é uma linguagem clara e simples para os pequenos leitores que estão em fase de alfabetização”, conclui.

A ilustração é de JPVeiga que usou desenhos aquarelados, mesclados com fotografias, “um toque cinematográfico para a criança se sentir dentro do gramado”, afirma o ilustrador.


Curiosidades sobre o quero-quero:

- O quero-quero é uma ave territorial, extremamente vigilante. Ao primeiro sinal de perigo em seu espaço, o pássaro dá o seu aviso.

- Seu grito, que repete várias vezes, especialmente ao defender o seu território, deu origem ao nome quero-quero, ou seja, é uma derivação onomatopaica.

- É também conhecido como sentinela dos campos.

- Se necessário, o quero-quero ataca também o homem, em caso de aproximação.

- É símbolo do Uruguai e do estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

- Em discurso, no ano de 1914, Rui Barbosa descreve a ave: “Este pássaro curioso, a que a natureza concedeu o penacho da garça real, o voo do corvo e a laringe do gato, tem o dom de encher os descampados e sangas das macegas e canhadas com o grito estrídulo, rechinante, profundo, onde o gaúcho descobriu a fidelíssima onomatopeia que o batiza".


Aline Bordalo é jornalista desde 1997, apaixonada por futebol e literatura. Trabalhou no jornalismo do SBT e atualmente é repórter esportiva na Band."


O evento de lançamento do livro vai acontecer no Planetário da Gávea, às 18h como mostra o convite:


Não perco esse lançamento por nada, além de estar muito interessada no livro, vou prestigiar a Aline e o J.P Veiga que são meus amigos e pais de amiguinhos da Sofia.

E realmente não perdi o lançamento. Fui com a Sofia que ficou muito feliz:

- Em receber o seu livro autografado pelos pais dos amigos.


 - Ouvir a contação de histórias e brincar com os amigos.


- Conhecer o goleiro Flu (Berna)


E eu pude prestigiar os meus amigos Aline e João Pedro (J.P. Veiga)


e ainda tirar uma foto com Renato Gaúcho (afinal sou tricolor).






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo