sábado, 31 de outubro de 2020

Série Bom Dia, Verônica

 

Eu sou do tipo que morre de medo de um suspense. Sou daquelas que grita, pula de susto na cadeira ou no sofá, abraça a almofada, sai correndo pela sala (já saí correndo até de sala de cinema), tampo os olhos e ou ouvidos, coisas assim. Por isso evito escolher assistir os suspenses e terrores. Mas abro mão, ou melhor, tento abrir os olhos para alguns. Foi o caso da série "Bom Dia, Verônica".

Série Bom Dia, Verônica

"Bom dia, Verônica", Adaptação do livro de 2016 da dupla Ilana Casoy e Raphael Montes.- que na época foi publicado sob o pseudônimo Andrea Killmore - estreou no dia 1º de outubro. E já na estreia eu recebi recomendações de várias pessoas para assistir. Como eu já li "Jantar Secreto" de Raphael Montes e travei, por medo de continuar, na leitura de "Dias Perfeitos" do mesmo autor, eu sabia que seria um suspense do tipo que atormenta, que incomoda. O autor sempre traz histórias difíceis de digerir por mostrar a podridão humana. 

"Bom Dia, Verônica" não é diferente. Fala violência doméstica, abuso psicológico e corrupção policial, além de proteção aos criminosos. Assunto real que precisa receber a luz dos holofotes para ser discutido e debatido. 

Eu estava dividida ente a motivação e curiosidade para assistir a série e o medo as emoções que eu sentiria ao assisti-la. Quando chamei a minha filha que é fã dos livros de Raphael Montes (leu todos) para me acompanhar, ela já tinha visto. Bom, eu precisava de companhia. Nessa semana resolvi começar. Nos três primeiros episódios o marido ficou ao meu lado e nos demais a minha filha mais nova me acompanhou. 

Mesmo dando alguns gritos, pulos no sofá e ter saído correndo sala algumas vezes (motivos de risos para o resto da família), eu maratonei. A série é realmente imperdível!

A trama gira em torno da escrivã Verônica Torre (Tainá Müller), que trabalha na Delegacia de Homicídios em São Paulo com dois delegados: Wilson Carvana (Antônio Grassi) e Anita Berlinguer (Elisa Volpatto).

Após presenciar o suicídio de uma vítima de um golpista que a iludiu, enganou, dopou e roubou, e ver o descaso dos "amigos" policiais com o crime e a falta de empatia com a vítima, Verônica resolve lutar contra a burocracia e o regime policial, e dar voz as mulheres que sofrem com abusos e violência. 

Nesse caminho ela encontra Janete (Camila Morgado) que vive um verdadeiro inferno nas mãos de Brandão (Eduardo Moscovis). Acontece que Brandão é tenente-coronel da própria polícia militar. Ao mesmo tempo que Verônica vai mergulhando nas investigações vai descobrindo um emaranhado de envolvimento e corrupção dentro da corporação. Lutar contra isso tem consequências. E como tem!

O elenco está com atuações sensacionais, o assunto da violência doméstica é tratado com sensibilidade, a história é cheia de reviravoltas, muita ação com um ritmo eletrizante, e suspense policial de tirar o fôlego. De colar no sofá e não querer parar de assistir. 

Eu não li o livro. A minha filha disse que a série, em seus oito episódios, deu uma suavizada em certos crimes e personagens. Que o livro é mais intenso. Só tenho certeza de que não é uma história para os fracos. Será que eu consigo ler o livro? Não sei. Mas garanto que já quero a segunda temporada da série brasileira, "Bom Dia, Verônica". 





Você pode me encontrar também



A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

12 comentários:

  1. Fantástica publicação. Uma boa sugestão!:)
    **
    Olhar atento e saudoso...
    *
    Beijo, e uma excelente fim de semana.
    Fiquem em casa, se puderem! :)

    ResponderExcluir
  2. Já eu adoro livros , séries e filmes de suspense e com um pouco de sobrenatural à mistura fazem as minhas delícias! Não conheço esta série,mas parece bem interessante.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Márcia, é uma série brasileira que está na Netflix. Muito boa.
      beijos
      Chris

      Excluir
  3. Ligo pouco a filmes e ligo ainda menos a séries. Mas admiro e respeito quem gosta
    Gosto sim de documentários
    .
    Bom fim de semana
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca li os livros do Raphael Montes, mas a série... que série foi essa Brasil?! Eu não saí correndo da sala, mas fechei os olhos algumas vezes, pois para mim foram muito fortes algumas cenas. Com certeza não teria coragem de ler o livro... mas quero a segunda temporada... rs
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia 🙈 mas fiquei curiosa
    Beijinho

    https://dreamsprincess20160.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Eu adoro os livros do Raphael, sempre com uma pegada forte mostrando o pior do ser humano. E estou bem ansiosa pra conferir esta, só preciso tirar um tempinho com disposição pra maratonar.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  7. Não fiquei com vontade de ver. Na verdade estou sem tempo de assistir séries ultimamente.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo