sábado, 29 de abril de 2017

A Semana 17 de 2017 - Um olhar para a rotina



Domingos chuvosos pedem um cineminha com pipoca, ah se pedem... Fui com a Sofia e uma amiga assistir ao filme "Smurfs e a Vila Perdida".  Este é o terceiro longa da série e está voltado apenas para o mundo animado, nada de atores reais. Essas criaturinhas azuis continuam cheias de carisma e inocência. O filme está bem engraçado e com uma narrativa simples. Foi um ótimo programa que complementamos com um passeio pelo Parque das Figueiras e Parque dos Patins.

É claro que elas não quiseram sair na foto.



Fico grata por cada momento que passo junto com as minhas filhas.

Comemorei o aniversário de uma amiga e aproveitei para rever outros amigos de um antigo trabalho. Conversa boa, comidinha também. 


Fico grata pelas amizades que fiz e conservo ao longo do caminho. 

Almocei com a minha amiga Simone. A ideia inicial era almoçarmos nos Jardins do Palácio do Catete, mas o restaurante estava fechado. Uma pena. Mas aproveitamos para experimentar comida peruana e viajar por uma horinha sem nem sair do Rio. 

O nosso almoço peruano teve brinde de Chicha Morada (refresco de milho roxo com infusão de frutas), Circuito de Cebiche (camarão, vieiras, polvo, Namorado e cogumelo), e sorvete de lúcuma com cobertura de algarrobina e nozes pecãs.


Fico muito grata por ter momentos especiais como este na minha rotina.

Cinema no meio da semana e no meio da tarde era tudo o que eu e uma amiga imaginávamos que faríamos quando não estivéssemos trabalhando. Chegou a hora. Foi isso que fizemos e o filme que encaixou no nosso horário foi "Paterson". É um filme bem diferente por focar mais na rotina do que nos conflitos em si. Paterson, um motorista de ônibus, que vive na pacata Paterson, vive uma rotina a princípio monótona. Acorda por volta do mesmo horário, toma seu café, vai trabalhar, almoça a marmita preparada pela mulher, volta do trabalho, janta em casa, leva o cachorro para passear, para no mesmo bar e dorme. O que tem de especial é como Paterson enxerga a sua rotina. Com seu olhar observador ele transforma a simplicidade em poesia. Ele enxerga o dia a dia pacato com magia e até excentricidade. O filme é lento, mas interessante. Fala de amor, de sonhos e de como o nosso olhar para o nosso dia a dia pode torná-lo inusitado e inspirador. Causa uma expectativa e até uma vontade de que algo aconteça. Mas a rotina segue. 


Fico grata por eu mesma ter um olhar para a minha rotina que de certa forma consegue ver novidade nas repetições.

Corri bastante, acomodei um compromisso aqui, cheguei o outro para lá e consegui encontrar com a Rê Vitrola (@revitrola), que veio passar a semana aqui no Rio, e outras amigas. Cheguei atrasada, esbaforida e acelerada, mas cheguei. E foi ótimo! Aproveitei para pegar a minha encomenda diretamente com as duas criadoras, a Lily Luz e a Rê. Dois cadernos de perguntas daqueles que eu tinha na minha adolescência que eu encomendei para a Sofia e uma amiga. Amei. 

Comemos os melhores madrilenhos do Rio e ainda ganhei presentinho da Rê. É para ser muito grata, né?


Fico grata por ter flexibilidade e conseguir arrumar o meu dia para ter esses momentos tão especiais. 

Escolhi o filme "Além da Ilusão" para assistir com o marido por abordar o espiritismo, ser um filme francês, ter a Natalie Portman no elenco, rodar na Europa do período entre guerras. Só que o filme é chato, confuso, uma mistura louca de temas. Deu até vontade de sair no meio. Mas persistimos e vimos até o final. 

E no final saímos rindo da nossa persistência. 


Fico grata por conseguir rir até quando o filme é ruim. Poderíamos ter visto a escolha como um desperdício para as poucas oportunidades que temos de fazer um programa a dois. Mas preferimos rir e nos divertir mesmo assim. 


Podemos, como o Paterson do filme, enxergar belezas no nosso dia a dia. Observar a nossa rotina com um ponto de vista divertido e encontrar inspiração nas coisas simples.


Este post faz parte da BC #52SemanasDeGratidão proposta pela Elaine Gaspareto que neste ano vai substituir a BC A Semana que aqui no blog substituiu a BC Pequenas Felicidades.



Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

5 comentários:

  1. Chris:
    Jeito meigo de ser grata, mesmo no improvável!
    beijocas

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto e ter conhecido o seu blog! Uma grata surpresa! Um beijo, Renata

    Se tiver curiosidade, sou do Rio e esse é meu blog: http://bonequinhadeleite.blogspot.com.br/2016/02/versos-para-uma-menininha.html

    ResponderExcluir
  3. Que legal Chris! Ver a rotina com olhos diferentes não é fácil!!

    beijossssss

    ResponderExcluir
  4. Oi Chris! Sua semana sempre cheia. Que bom! Encontrar inspiração nas coisas simples é mesmo a melhor coisa. Isso tem muito valor. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Related information and best selection of words really thanks for share it. china b2b marketplace

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo