segunda-feira, 5 de abril de 2021

Salzburg, um dia de conto de fadas


Quando planejei os meus dias em Viena, em 2018, eu fiquei na dúvida se valeria a pena retirar um ou dois dias do tempo disponível  na capital austríaca para fazer uma bate e volta a Salzburgo. Hoje eu digo que valeu muito, mas muito mesmo. 

A chegar em Salzburgo, entrando pelos jardins do Palácio Mirabell, com a bela vista da Fortaleza de Hohensalzburg ao fundo, me senti em um conto de fadas. 



Na verdade eu deveria me sentir no filme "A Noviça Rebelde", pois a Mirabellplatzessa, essa praça é muito linda, foi local de gravação do filme.




Ao caminhar pelos Jardins e Palácio Mirabell eu já achei que tinha encontrado o meu lugar preferido da cidade. Nada melhor do que estar cercada por flores coloridas e brilhantes


Além de toda a beleza e esplendor, o palácio tem uma história de amo. O Palácio Mirabell remonta a 1606, quando era então conhecido como Palácio de Altenau. O príncipe-arcebispo Wolf Dietrich von Raitenau encomendou a construção como um símbolo de seu amor por Salomé Alt, sua esposa de direito comum. Após a morte de Wolf Dietrich em 1617, seu sucessor rebatizou o palácio de "Mirabell".

A essa altura eu queria mesmo ficar sentada observando o vai e vem das pessoas, passeando pelos jardins admirando as suas flores, olhando toda a fachada do palácio e imaginando quantas histórias aconteceram naqueles salões e por trás daquelas janelas. 


Mas essa pitoresca cidade austríaca com montanhas sobre montanhas e um rio turquesa cintilante dividindo a cidade velha e a nova tinha muito a ser explorado ainda. 

Saindo dos Jardins de Mirabell são apenas 15 minutos a pé por uma das muitas pontes de pedestres para chegar ao centro histórico de Salzburgo - uma área listada como Patrimônio Mundial da UNESCO que é charmosa e hipnótica ao mesmo tempo. Mas vale a pena passar na ida ou na volta pela Ponte dos cadeados (Makartsteg).


Makartsteg é a ponte mais moderna sobre o rio Salzach no centro da cidade de Salzburgo, está aberta apenas para pedestres e ciclistas. Conectando a parte nova da cidade com a cidade velha (Altstadt), recebeu o nome do pintor historicista do século 19 Hans Makart, que nasceu e foi criado em Salzburgo.
 

Dali temos uma vista linda da cidade. Dá vontade de ficar ali fazendo registros dos 360º de vista panorâmica. No lado esquerdo da ponte está o “porto” do barco turístico Amadeus. Fiquei com vontade de fazer de barco pelo rio e contemplar essa cidade que é o berço do compositor mais prolífico do mundo, Wolfgang Mozart, de outro ponto de vista. Mas tínhamos apenas um dia em Salzburg e precisávamos usufruir da melhor maneira possível.  


Absorvemos mais um pouco da beleza da fortaleza Hohensalzburg e do rio Salzach, fizemos fotos e selfies, e seguimos. Aliás, a Ponte dos Cadeados é um ótimo local para se fotografar, caminhar e vivenciar a cultura da região.


Já na cidade antiga caminhamos na Getreidegasse, principal rua comercial de Salzburgo. Uma rua charmosa, estreitinha e cheia de lojas e restaurantes, só para pedestres.



É bem no meio da Getreidegasse que encontramos uma construção amarelo-brilhante com várias pessoas a sua frente. Ali está  Geburtshaus de Mozart - a casa onde Wolfgang Amadeus Mozart nasceu (27 de janeiro de 1756) - um dos pontos turísticos e locais de interesse mais visitados na Áustria.


Seguimos caminhando pelas ruas da cidade antiga. fazendo algumas descobertas, como o menor edifício da Europa na Praça Alter Markt (à direita do Café Tomaselli). Passamos pelas 5 praças: Praça do Mercado Antigo; Praça de Mozart - onde tem a estátua de Mozart, é claro; Praça Mayor/Residenzplatz; Praça da Catedral; Praça Kapitel - onde fia a enorme bola dourada atrai o olhar de quem passa. No topo da bola, um homem que olha fixamente em direção a montanha à procura de uma mulher. Confesso que não consegui ver a mulher, mas todos juram que ela está lá numa pequena gruta. A obra se chama Sphaera e é assinada por Stephan Balkenhos, faz parte do Kunstprojekt Salzburg 2006.




Fomos para a área do cemitério de São Pedro (Petersfriedhof), que, junto com o cemitério da Abadia de Nonnberg, é o cemitério mais antigo de Salzburgo e um dos mais populares atrações turísticas.

Mas por que isso? Teoricamente foi ali que os Von Trapps se esconderam dos nazistas em “A Noviça Rebelde”. Digo teoricamente porque a cena real era apenas um estúdio filmado em Hollywood, embora seu design seja claramente baseado no Cemitério de São Pedro.



Mesmo que tenha servido apenas de inspiração para a cena do filme, ainda assim, o lindo cemitério repleto de flores da Abadia de São Pedro adjacente (Stift St. Peter), abrigado pelo Monchsberg, merece a visita. Tem um rica história e túmulos amorosamente cuidados, muitos com plantas floridas e pequenas árvores (parece mais um jardim do que um cemitério), como são praticamente todos pintados à mão há um misto de algo charmoso com um toque levemente assustador. 

Todo o complexo está centrado em torno da Capela de Santa Margarida (Margarethenkapelle) em blocos de pedra de estilo gótico tardio, construída em 1491, e contempla também a Capela da Cruz em estilo românico, dedicada por volta de 1170 e reformada como um mausoléu em 1614/15, de acordo com os planos por Santino Solari. O primeiro contém algumas obras de arte preciosas no interior e painéis de mármore estampados na parede. 

Além disso tem vários túmulos localizados em arcadas, com elegantes cercas de ferro forjado e adoráveis ​​cruzes de arabescos de ferro ornamentado e lápides, construídas no sopé da Colina Festungsberg. 


Por trás desses túmulos, encrustado na colina está outra atração, Katakomben Petersfriedhof.  Em vez de serem cavadas no solo, as catacumbas foram escavadas na montanha a partir de cavernas naturais já existentes, então quando entramos na primeira sala (onde a irmã de Mozart está enterrada), nos deparamos com uma escada íngreme de pedra. 



No topo dessas etapas está o Gertraudenkapelle, que foi usada pela primeira vez em 1178 e ainda é usada para missas. As paredes são decoradas com murais de santos como Thomas a Becket. 




Depois dos lances de escada, a vista surpreende e faz valer toda a subida. Ali estamos no auge dos edifícios com o resto da cidade abaixo.

A Capela de Santa Margarida (Margarethenkapelle) com parte do cemitério abaixo. 


Após esse tour um tanto exótico iniciamos o nosso caminho de retorno a cidade nova bem calmamente, pois ainda tínhamos pontos interessantes a explorar.

A Catedral de Salzburg era um deles. A Catedral sinaliza o centro da Cidade Velha. Já na época de Ruperto (primeiro bispo de Salzburg - é considerado o apóstolo da Bavária e da Áustria) existia ali uma igrejinha que foi ampliada lentamente até se tornar a maior catedral romana dos países de língua alemã.


A fachada ricamente decorada, feita de Untersbergmarmor (mármore da montanha Untersberg) brilhante e dividida em três seções horizontais, é emoldurada por duas torres e um frontão curvo. Na cumeeira da Catedral de Salzburg tem uma estátua do Cristo Redentor.



O interior da catedral é belíssimo. Vale a contemplação, um momento de silêncio e oração.


Pausa na Praça Alter Markt para um café com calma e tranquilidade desfrutando do dia de sol e temperatura agradável.


Circulamos para ver os produtos típicos do mercado de rua.


Eu adoro um mercado de rua com todas as suas cores e possibilidades,


Passamos na famosa famosa loja de enfeites de Natal feito de casca de ovos, que funciona o ano todo.



Aí foi hora de dar aquela última olhada para trás e agradecer a escolha de ter passado um dia em Salzburgo. Outra escolha acertada foi ter feito o percurso Viena-Salzburgo de carro. A estrada é belíssima e fizemos uma parada linda. Conto em outro post.




Outros passeios em Viena:

- Museu Albertina


Também estão participando do BEDA 2021:



Beda Abril 2021

Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

13 comentários:

  1. Que lugar divino e cheio de histórias.
    Realmente, um conto de fadas cada pedacinho desse lugar
    Beijos,

    Marcela Miranda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi MArcela, é muito lindo sim. Vontade te voltar lá com mais calma;
      beijos
      Chris

      Excluir
  2. Uau, quantos lugares encantadores. Esses jardins me lembrou um pouquinho da minha viagem pela França...

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Chris,
    As fotos de Slzburg estão maravilhosas. Eu estive lá no final de 1999. Foi uma viagem de pesadelo. Fui com minha mãe, com meu ex-marido e encontramos minha filha que estudava na Alemanha na época. Os três brigaram a viagem toda e eu fiquei no meio colocando panos quentes.
    Preciso refazer esta viagem sem ser numa situação tão tóxica quanto a que eu estava.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, que situação a sua. Muito chato ficar assim em uma viagem. Já passei por isso. É um desperdício. E desperdiçar viagem é um dos piores desperdícios para mim. kkk
      beijos
      Chris

      Excluir
  4. Oi Chris, sou nova aqui no seu cantinho! Que lugar lindo. Esse nao estava ainda na minha lista de lugares pra visitar, com certeza vou adicionar! Mal posso esperar pra essa crise passar e voltar a viajar! Mas so as fotos ja fizeram o meu dia mais feliz, entao, obrigada!

    Abracos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andreia, muito bem vinda. Eu também estou contando os dias para poder voltar a viajar.
      beijos
      Chris

      Excluir
  5. que lindo, que linda viagem. sim, sempre é melhor viajar com mais tempo qd a viagem é cara. mas se só dá pra ser uma rapidinha, é melhor que não viajar, fez muito bem. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
  6. Adorava conhecer a Austria. Salsburgo está na minha lista mental.
    Beijinhos
    Coisas de Feltro

    ResponderExcluir
  7. Lindo passeio, fiquei encantada com as fotos e sua descrição, que sonho de lugar, a magia que o envolve com personagens reais ou não...Show!! Bjs Ah, aguardo a relato da parada na estrada belíssima.

    ResponderExcluir
  8. Uau! Foi uma viagem incrível. Adorei.

    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  9. Que viagem incrível!!! Tenho um verdadeiro fascínio pela Áustria!
    Adorei poder viajar através das suas formidáveis fotos, Chris!
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo