quinta-feira, 4 de abril de 2019

Sydney - O Backstage da Opera House, um espetáculo!


Eu sou aquela pessoa que nunca vai se acostumar a acordar cedo. Mas quando estou viajando pulo da cama a hora que for sem nem bocejar. Ainda mais quando é para fazer um passeio interessante, diferente, exclusivo e único, como conhecer o backstage da Opera House em Sydney. 

O que fazer em Sydney na Austrália


Por isso eu e a Ana Luiza estávamos às 6h45 de uma manhã de quinta-feira de férias na entrada da às da Stage Door para a fabulosa Opera House. Ansiosas para começar o nosso Backstage Tour especialmente organizado e pontualmente iniciado às 7h.

O que fazer em Sydney na Austrália

Mas por que tão cedo? Porque por volta das 9 ou 10 horas da matina começam os ensaios. A partir daí os turistas não podem mais ter acesso às áreas do palco. Isso que significa que durante o tour, circulamos pelos bastidores antes mesmo dos artistas chegarem! E conseguimos ver resquícios de seus ensaios e espetáculos espalhados.

Começamos ouvindo histórias sobre a construção que envolve tanto drama quando as histórias que hoje são apresentadas lá dentro. Atraso na construção, orçamento subestimado, mudança de governo, pressão para a conclusão da obra chegaram a ponto de o arquiteto dinamarquês Jorn Utzon, idealizado do projeto, abandonar o barco, deixar Sydney, para nunca mais voltar, nunca ver a Ópera, seu projeto, completa com os olhos nus.

O complexo da Opera House é na verdade feito de alas separadas com dois grandes teatros e três menores.

O que fazer em Sydney na Austrália
Fotomontagem que adquirimos ao final do passeio

Depois de recebermos vários orientações sobre segurança e chegamos ao Concert Hall, a maior de todas as salas de espetáculos, que recebe uma grande variedade de concertos e apresentações. Acontecem até três apresentações por dia com estilos variados. 
Quando perguntada sobre a questão dos horários, se tinha público para as apresentações matutinas e vespertinas, a guia explicou que sim, pois Sydney é uma cidade grande e turística. E que tem as pessoas que trabalham à noite e precisam ter opções de cultura disponíveis durante o dia.
Quando perguntada sobre o lugares disponíveis, como cadeiras na lateral e atrás da orquestra, se estas eram vendidas, se as pessoas gostavam daqueles lugares, a guia explicou que a arte deve ser apreciada de pontos de vistas diferentes. Por exemplo: os estudantes de música adoram os lugares posicionados atrás dos músicos. 

Gostei do que vi e principalmente do que ouvi. É exatamente isso. Todo o tipo de arte precisa estar disponível para todos. Esse é o diferencial de um país desenvolvido, de um povo educado: cultura!

Vale a pena o Backstage da Opera House em Sydney

Passamos pelos vestiários, pela "Lipstick Wall of Good Luck" uma parede de madeira cheia de marcas de batom. É uma tradição de boa sorte entre os artistas deixar sua marca! E chegamos a Sala Verde, uma sala de espera para os artistas antes e depois de um show. Olha o visual deles!

Vale a pena o Backstage da Opera House em Sydney

Neste dia da nossa visita, a sala ainda não tinha sido limpa da noite anterior. Ainda estavam ali sobre a mesa pratos de comida e outros vestígios do que seria a espera para entrar no palco. Ali também ficamos mais perto do camarim.

Vale a pena o Backstage da Opera House em Sydney

Demos continuidade passando nos outros locais de espetáculo espalhados pelo belo edifício: Joan Sutherland Theatre, Playhouse, Drama Theatre, Utzon Room (o menor local) e Studio. Este último é o mais popular e foi nele que tínhamos na noite anterior assistido a performance "Blanc de Blanc Encoure".

Enquanto visitávamos o Drama Theatre vimos dois funcionários fazendo a revisão das cadeiras. Diariamente ele verificam uma a uma se estão com algum problema ou fazendo barulho ou qualquer outro defeito que possa gerar incômodo, e consertam. Que cuidado! Fiquei boba!


Vale a pena o Backstage da Opera House em Sydney


Seguimos a caminhada realmente interessante nos bastidores para ver as luzes, alçapões, estações de trabalho do gerente de palco e outros trabalhos mágicos emocionantes logo depois das cortinas.

Gostei de saber que a maioria dos gerentes de palco é do sexo feminino, simplesmente porque as mulheres provaram ser mais capazes no nível de multitarefa exigida durante os shows e capacidade de resolução de problemas. Eu não tinha dúvidas disso!


Vale a pena o Backstage da Opera House em Sydney

No final do nosso passeio tomamos um café da manhã muito saboroso que está incluído no tour. Sentamos em uma mesa com todos do nosso grupo e tivemos tempo para conversar sobre a nossa experiência no backstage e outras durante a viagem.

Valeu muito ver esse espetáculo que é a Opera House mais intimamente, ver de perto todo o aparato e logística para que tudo funcione perfeitamente com uma média de 2000 eventos são realizados todos os anos, todos os dias do anos. Param apenas no Ano Novo.

Outros passeios em Sydney:






Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

4 comentários:

  1. Fantástico ter a oportunidade de conhecer por dentro a Opera house! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. INês, foi realmente muito fantástico. Eu adorei e recomendo pra quem tiver a oportunidade.
      beijos
      Chris

      Excluir
  2. Não me importava de dar umas voltinhas por aí!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk Isa. Eu também não me importo em voltar e dar mais algumas voltinhas por lá.
      beijos
      Chris

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo