sexta-feira, 10 de julho de 2020

Livro "Azar O Seu!"



Eu li em vários blogs a resenha do chick-lit "Azar o Seu!", de Carol Sabar. Todos, praticamente ma unanimidade, elogiaram o exemplar como uma leitura leve, divertida, fluida. Exatamente o que eu tenho buscado nesse período: leveza e diversão para descontrair e relaxar. 


Iniciei a leitura da "Vida Real de Bia", uma mulher de 25 anos que na maioria do tempo se comporta com uma criança de cinco anos fazendo birra porque o coleguinha não emprestou o brinquedo.

No início do livro até me diverti com as situações inusitadas em que Bia se metia. Ao longo da história e dos acontecimentos, se por um lado eu me identificava com canetinhas Sylvapen e a brincadeira para prever como seria meu casamento, eu me incomodava com passagens em que se referia a outra garota como "aberração de traseiro". Cadê a tal sororidade? Será que a chata estou eu com esse politicamente correto? Afinal a licença poética para comédia não permite isso? Sei lá, mas comecei a implicar. 

Se por um lado eu me identificava com hi-fi e o barulho do vendedor de bala puxa-puxa (quem já morou em interior sabe bem o que isso representa na infância), eu impliquei de vez com a Bia infantilizada quando disse que o pai, um homem de 50 anos, e a namorada, uma mulher de 40 anos, poderiam fazer sexo e quanto barulho a idade permitisse, já que ela não voltaria pra casa na tal noite. 
Aí Bia infantilizada e preconceituosa, sabe de nada garota! Esse recado aí abaixo vai pra você!



Se por um lado eu "garrava" ranço da Ana Beatriz Guimarães por outro lado eu me identificava com trechos de músicas citados no texto, me identificava com o sabor de bala soft e seguia a leitura.

Quando eu já estava bem cansada das atitudes da Bia mimada, a história começa a descrever cenários de Juiz de Fora e o casal embarca para Ibitipoca. Mergulhei na viagem do casal Bia e Guga. Viajei com eles. Me vi naqueles rios de águas vermelhas cercado de rochas, mata verde e cachoeiras. Quando falaram em pão de canela eu não resisti. Me rendi. Dei uma pausa na leitura e fui preparar essa iguaria tão típica de Ibitipoca. 




Retomei a leitura acompanhada de uma fatia de pão de canela e cafezinho. Delícia! Até a chata da garota mimada ter outra crise infatilóide, bater pezinho, fazer biquinho e ter chiliquinho. Ô chata! Guga, desiste dessa garota!

Assim, entre ranço da personagem, porém me identificando com passagens, frases, palavras, músicas, e referências segui a leitura até o fim. A escrita é realmente fluida, a diagramação do livro ajuda. Em alguns momentos, extraindo bem, o livro até traz algumas mensagens interessantes.

"- Viu? De vez em quando, eu sei ser flexível. Certas opiniões dependem muito mais das circunstâncias em que foram expressas. Mudam-se as circunstâncias, mudam-se as opiniões."

Costumamos acreditar que existe um senso comum regendo os nossos gostos e opiniões. Por isso, como todos gostaram do livro e eu impliquei tanto com ele, fiquei pensando se em outras circunstâncias a minha opinião seria outra. Se o meu humor, a minha paciência e tolerância estão afetados por esse isolamento sem fim. Mas na verdade somos bilhões nesse mundo pensando, agindo, vivendo e experimentando de forma distinta. Nem todo mundo gosta ou desgosta das mesmas coisas e isso é que enriquece os diálogos, os pontos de vistas diversos.

Sinopse: "Bia está parada num engarrafamento no Rio de Janeiro, pensando em sua vida azarada. Sem emprego, atolada em dívidas, ela não imagina que está prestes a viver a grande coincidência da sua vida. O motorista do carro ao lado está buzinando, tentando se comunicar com ela, como se fosse um velho conhecido… E ele é! Mas Bia não o reconhece. E como poderia? Ele é um homem, não mais o garoto de dez anos atrás. Está mais encorpado, cortou o cabelo, livrou-se do aparelho nos dentes e das espinhas do rosto, está tão diferente, tão lindo… O motorista sai do carro, mas não tem tempo de se explicar, pois começa um violento tiroteio e eles têm que se jogar lado a lado no asfalto. Certa de que está prestes a morrer, Bia entra em desespero e se prepara para dizer suas últimas palavras, na esperança de que o suposto desconhecido deitado ao seu lado possa levar um recado a Guga, seu amor da adolescência, sem perceber que é ele próprio que está ali, ouvindo a inesperada declaração de amor! Os dois escapam juntos do tiroteio e, a partir daí, começam a se envolver, dia após dia… Guga, sem coragem de assumir sua verdadeira identidade. Bia, fascinada por ele e feliz consigo mesma por finalmente estar se apaixonando por alguém que não é Guga… “Azar o seu!” vai além de uma comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância da amizade verdadeira, do perdão e do autoconhecimento, que nos resgata o poder de decidir sem medo e de reverter escolhas que nos impedem de ser feliz.".




Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

49 comentários:

  1. Adorei o primeiro livro leve...O outro, o ranço justificado, a conexão com personagens e por fim, o pão de canela.Ah! Que delicia! Um post maravilhoso,adorei ler! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica, muito obrigada. O pão de canela ficou muito bom. Já quero repetir a receita.
      beijos
      Chris

      Excluir
  2. Acredito que o livro seja fascinante de ler. O bolo de canela deixou-me com água na boca.
    .
    Tenha um domingo feliz

    ResponderExcluir
  3. Esse titulo é bem chamativo. O Bolo também. Faz uma sintonia perfeita!
    .
    Sopram os Ventos... Bom Domingo.

    Beijo e um excelente Domingo

    ResponderExcluir
  4. Nossa certeza que eu iria pegar ranço dela haha.
    Que menina chata.
    Agora o que falar desse pão de canela? Hmm fiquei com vontade.
    Beijos!

    www.dicasdeblogueira.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk, mas teve muita gente que gostou do livro. kkk
      Esse pão de canela é dos Deuses. Preciso repetir essa receita.
      beijos
      Chris

      Excluir
  5. ah, então somos diferentes. eu, em tempos escuros, acabo querendo ler livros reflexivos. fico irritadíssima com as leituras leves, com raiva mesmo hahahahaha, pensando em q planeta esse povo vive em tanta alienação hahahahahaha. e vc se irritou hahahaha, desculpe rir, mas eu me indentifiquei hahahahahaha. se cuida. ah, se puder ler o pintassilgo, talvez se distraia, não atenta contra a nossa inteligência. se cuida. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedrita, esse livro me deixou assim, irritada com o mimimi. Gosto de opções mais leves para relaxar, mas que tenham alguma mensagem, algum conteúdo. kkk. Que bom que você riu.
      Vou procurar Pintassilgo para ler.
      beijos
      Chris

      Excluir
  6. Oi Chris,
    Vou pular o livro, pois já me irritei com a personagem, mas aceito o pão de canela e o cafézinho.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Não conheço o livro... A capa por vezes até pode parecer algo com interesse, mas lá por dentro, deixar muito a desejar...

    Beijos e abraços.
    Sandra C.
    bluestrass.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Sandra, foi exatamente isso. A capa chamou a atenção e as resenhas na internet. Mas para mim deixou a desejar. Bom, pelo menos me lembrei das minhas idas a Ibitipoca e fiz a receita.
      beijos
      Chris

      Excluir
  8. Não curto comédia romântica, mas achei legal a história mostrar um pouco de JF, adoro demais essa cidade! Quero conferir já!

    Beijo.
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  9. Já achei a garota um purgante só pela tua resenha Chris kkk... e não acho que teria a paciência que você teve pra ir levando a leitura não. Esse livro eu passo.

    Mas o pãozinho de canela eu aceito um pedaço :D

    Beijo !

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Meu Instagram - @euannazanatta |

    | Neh Pucivi - Instagram de Memes |

    | O Blog Que Não é Blog |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk Anna Lê, me esforcei pra ter paciência. Mas de qualquer forma tirei proveito já que pude me recordar de alguns momentos como as viagens a Ibitipoca, me estimulou a fazer a receita, e tal.
      beijos
      Chris

      Excluir
  10. Já quero ler esse livro ,me parece muito divertido .
    Amei
    Beijos
    www.artesdasadhianacozinha.com

    ResponderExcluir
  11. Que amor, deve ser um livro bem leve e divertido. Já quero! ❤

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  12. Olá,
    Outro dia eu estava pensando nesse livro. Na época que li eu me divertir e virei a noite lendo, resultado: amei.
    Daí pensei em fazer releitura, mas certeza que irei implicar com várias coisas. O tempo passa a gente se dá conta que há coisas maiores pra investir energia e drama, assim muita coisa pode doar imatura. É o que penso.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana, com o tempo algumas vezes mudamos o nosso olhar e nossa opinião. Alguns livros que eu li, se eu reler agora terei outro olhar, com certeza.
      beijos
      Chris

      Excluir
  13. Olá!
    Eu ainda não conhecia o livro mas, gostei de saber que leu e gostou, nesse período também estou optando por leituras leves e divertidas.
    Amei a capa e a edição está linda.
    Beijocas.


    https://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Vanessa, na verdade tentei extrai o melhor que pude do livro. Mas gostar, gostar, não gostei muito não. kkk
      beijos
      Chris

      Excluir
  14. Ainda não tinha ouvido falar!
    Gosto!!!... Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gracinha, é uma autora brasileira. Acho que conhecida apenas aqui no Brasil.
      beijos
      Chris

      Excluir
  15. Olá!
    Eu amo livros leves e descontraídos, eles trazem uma paz imensa para a alma né?! Eu também andei optando por livros mais calmos nesse período, fico muito feliz em saber que gostou da leitura, sua resenha está maravilhosa.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Maria Eduarda, tenho sim buscado mais leveza nesse período.
      beijos
      Chris

      Excluir
  16. Respostas
    1. OI Lulu, espero que você goste caso opte para fazer a leitura.
      beijos
      Chris

      Excluir
  17. Bom dia tudo bem? Sou brasileiro, carioca e procuro novos seguidores para o meu blog. E seguirei o seu com prazer. Novos amigos também são bem vindos, não importa a distância.

    https://viagenspelobrasilerio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luiz, tudo bem sim.
      Tenho visitado os seus posts e gostado bastante dos pontos do Rio que você tem mostrado.
      beijos
      Chris

      Excluir
  18. Eu conheço de vista esse livro, mas eu não sabia que ele era continuação de outro. Confesso que fico com água na boca quando um livro cita alguma gulodice assim, mas nunca cheguei a fazer propriamente dito. Achei sua ideia sensacional! S2
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Hanna, eu sou do tipo que gosto de experimentar o livro. Pesquiso os lugares que são citados, ouço as músicas e não resisto quando falam das comidas. kkk.
      beijos
      Chris

      Excluir
  19. Fiquei curioso pra saber como estava seu bolo de canela.

    Bom fim de semana!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  20. hola, tiene una caratula muy chula, voy a ver si está en español.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Chris,

    Continuo sem receber as atualizações do seu blog, apesar de ter achado que havia me incluido no quadro de seguidores (de novo!), rsrs. Fui lendo a resenha e pensando que - infelizmente - existem muitas Bias por aí. Elas - se tiverem sorte - acabarão por descobrir um monte de coisas que ignoram totalmente. E o pão de canela? Quase sinto o aroma dele do lado de cá, rsrs.

    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marly, eu não sei como corrigir isso, :( Vou pedir ajuda e ver se consigo.
      E como existem Bias por aí. Mas espero que elas cresçam e amadureçam. kkk
      beijos
      Chris

      Excluir
  22. A citação que escolheu eu acabei de mandar pra uma amiga!

    http://juliamodelodemodelo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Júlia,
      que legal! A citação é ótima, né?
      beijos
      Chris

      Excluir
  23. Ainda não conhecia o livro. Confesso que sou meio apaixonada por personagens que sempre estão se envolvendo em confusões kk

    https://www.meninasousadas.com/
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pollyanna,kkk Gostei de saber que você gosta dos problemáticos. kkk
      beijos
      Chris

      Excluir
  24. Querida Chris
    Uma coisa é certa: a sua leitura podia até ter sido monótona, mas vir aqui ler o que escreve é sempre um enorme prazer.
    Agora digo eu:«Azar o seu!», para aqueles que ainda não a seguem.
    Continue bem atenta para continuar com saúde. Proteja-se.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Beatriz, muito obrigada pelo carinho e por estar sempre aqui comigo.
      Estou sim me protegendo. Proteja-se também e fique bem.
      beijos
      Chris

      Excluir
  25. Já anotei na minha listinha, quero passar a ler mais e gosto de leitura leves e divertidas e com o romance no ar,rs!
    Obrigada pela sua visita no meu blog, volte sempre ♥
    Beijos lindona ♥
    Garotas e Look's
    Post's Novo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Kaisa, eu tenho aproveitado para ler mais nesse período. Aliás, para voltar ao ritmo de leitura que já tive um dia,
      beijos
      Chris

      Excluir
  26. Desconhecíamos o livro, que belo aspecto o bolinho
    Beijinhos 😊 , Damsel.me-Clique Aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Meninas, o livro é de uma autora brasileira.
      beijos
      Chris

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo