domingo, 7 de fevereiro de 2016

A Semana 6 - Série Praia


Eu, até então, não tinha sido pega por nenhuma série. Até tentei ver algumas com algumas com a Ana Luiza, como: "Once Upon A Time", " Lost", "Pretty Little Liars", "Grey's Anatomy", entre muitas outras que a Ana assiste e fica tipo viciada, mas nenhuma tinha me conquistado. Eu até nem entendia esse frisson todo com as tais séries. Até que no final de semana passado a Sofia me pediu para ver com ela a série "Dance Academy". Uma série bem adolescente, mas que me pegou. Eu fiquei tipo viciada.  Só pensava em chagar em casa para ver os episódios. Gente, eu não fiz mais nada, tudo me dava preguiça, eu só queria ficar deitada vendo um episódio atrás do outro. Gostei da série, mas não gostei dessa parada de ficar fissurada nela. Ainda bem que foi curtinha, apenas três temporadas, e acabei. Juro que me senti livre.

E essa liberdade foi aproveitada na praia. Nos últimos dias da semana teve praia no final da tarde e início da noite. Programinha que eu amo!

Fomos a uma festa de aniversário no Leme. Uma proposta bem legal para crianças maiores, como a Sofia e sua turma, que sabem nadar e estão acostumadas com o mar que neste dia estava bem tranquilo, com marolinha e sem correnteza.


As crianças brincaram no mar, jogaram futebol e vôlei na areia. A decoração foi charmosa com direito a luau.


No cardápio tudo que o carioca gosta: biscoito O Globo e mate de galão com limonada, além de sanduíches, bolo e brigadeiro. Para finalizar e brindar, um pôr do sol de tirar o chapéu. Ou melhor, para se aplaudir.


Outro final de tarde foi na Praia de Copacabana, no Post 6, no point do stand up.


E claro que aproveitamos para praticar o um dos muitos esportes de praia que rolam na orla carioca. Primeiro a Sofia e a amiga receberam as instruções.


Depois se lançaram ao mar que mais uma vez estava tranquilo, favorável. 


E "sacumé" né, a orla do Rio é linda e cheia de opções. É difícil ter uma praia preferida. Então o bom mesmo  é variar. Sendo assim fomos curtir o pôr do sol no Arpoador

Praia de Ipanema no Rio de Janeiro


com banho de mar até às 21h. 

Banho de mar noturno no Rio de Janeiro


Sair do trabalho e ainda poder desfrutar a praia, as filhas, esse contato com a natureza, ver o pôr do sol me dá uma sensação gostoso de dia bem aproveitado, uma satisfação muito boa poder conciliar um dia de trabalho com momento de lazer e relaxamento. O dia acaba o certeza de que foi produtivo e desfrutado ao máximo. É por isso que eu amo o horário de verão.

Este post faz parte da BC A Semana que aqui no blog substituiu a BC Pequenas Felicidades.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Findi 05 de 2016 - Pré-Carnaval



Final de semana de pré-carnaval no Rio de Janeiro, blocos para todos os lados e eu animadíssima. Acontece que agora sou mãe de adolescente que já vai para os blocos com as amiga e dispensa a minha companhia na maior alegria. A outra filha, já pré-adolescente, não está nem aí para os blocos infantis.

Então restou-me tirar proveito do final de semana com as unhas douradas bem carnavalescas, mas num clima meio diferente, meio ‘off carnaval’ digamos assim.

Teve café da manhã preparado com carinho com biscoito de gengibre trabalhado manualmente, uma especialidade da culinária Tcheca.




Teve mãe e filha jogadas no sofá. Filha descansando para ir ao bloco à tarde.



Teve mãe de plantão trabalhando.



Teve mãe e filha viciadas na série “Dance Academy” esparramadas na cama.




Teve mãe curtindo praia bem ao estilo carioca com água de coco, mate de galão com suco de limão, biscoito O Globo e Havaianas.



Fechando o final de semana com amiga e pôr do sol.



Este post faz parte da BC Coisinhas de Findi proposta pela Camila do Blog CasaMila.


domingo, 31 de janeiro de 2016

The Fabulous Project 01



No início desse ano a Loma Sernaiotto lançou o desafio fotográfico #thefabulousproject com o objetivo de motivar, inspirar e compartilhar só coisas boas. Eu gostei da ideia e aderi. Não cumpri todos, mas fui quase lá.



O temas sugeridos pela Lola foram esses:



Eu gostei porque além de escolher fotos de acordo com os dias, os temas me fizeram pensar, recordar e trouxe à tona sentimentos e emoções. Além de ser uma oportunidade bem legal para conhecer gente nova lá no Instagram e perceber outros pontos de vista sobre um mesmo tema.

Hoje eu fui fazer uma revisão da minha participação para ver se fui disciplinada ou se deixar passar muita coisa. Como o blog é um lugar para registrar as coisas legais que eu fiz, resolvi trazer pra cá a minha participação. É uma ótima maneira de concentrar em um único local e não perder o histórico. 

Eu sei que o post vai ficar giga e totalmente fora dos moldes da blogosfera, mas vai assim mesmo. 

01. O Melhor de 2015

Já comecei furando de primeira. Mas sabe aquela coisa que o ótimo é inimigo do bom? Então, foram tantos momentos bons em 2015, tanta coisa especial que rolou, que eu fiquei escolhendo qual seria o melhor, tentando fazer um painel com o os melhores que acabei não fazendo nada.  Mas passeando pela internet eu achei o post "Desfile Panna" da Nana Nassif e foi uma delícia recordar esse momento incrível de 2015. Fechei que esse foi o melhor de 2015. Incrível, totalmente inesperado, inusitado, fora da minha zona de conforto, divertidíssimo! Falei desse evento e o que eu senti no post "Sim eu desfilei!".


02. Leitura 

No meu primeiro passeio de 2016 à livraria eu trouxe três livros para o mês de janeiro. E ainda não terminei de ler nenhum.




Elas são o meu presente diário e ver essa amizade e cumplicidade é o maior e melhor presente que posso desejar.



Esse foi mais um tema em que eu fiquei esperando o momento ótimo, o pôr do sol perfeito e acabei passando. Mas antes tarde do que nunca e hoje eu postei uma foto que tem bem a cara do verão carioca.

Biscoito O Globo, mate de galão com suco de limão, havaianas e praia. 



Claro que a primeira coisa que me veio a mente foi fazer uma foto das minhas filhas. Sempre! Muito orgulho de ter feito aquelas lindezas. kkk. Mas não queria ficar monotemática, então postei a terceira peça do jogo americano que eu pintei. Agora já tem foto das quatro peças prontas. Quem ficar curioso pra ver é só clicar AQUI.



O que não falta aqui são fotos da nossa Xina. Eu fiquei tentada a colocar uma foto da Ana Luiza com Billy, o nosso hamster. Mas tinha sido aniversário da Xina no dia anterior e ela merecia, e merecia muito, ser homenageada.



Tinha que ser ele. Quem me acompanha no blog ou no FB sabe das minhas histórias com São Longuinho e do trabalhão que eu dou para ele (contei AQUI), então quando eu vi essa imagem eu não resisti e comprei. Agora ele ganhou um altarzinho, mas eu farei outro pintado por mim exclusivamente para ele.





O tema foi no dia do aniversário da minha linda Lu.


 9 - Amor próprio

Não fiz. Fiquei esperando fazer uma selfie legal e bater uma inspiração para falar do tema. E passou. Mas hoje, revendo, eu poderia ter pego uma foto do Desfile da Panna e ter publicado no dia. 

Essa foto foi do post da Nana Nassif, AQUI


10 - O que vesti

Mais um que eu pulei. E olha que, nesse mês, eu usei um vestido com decote nas costas e um salto bafônico que fez sucesso. Vou repetir o modelito e fazer a foto. Ah, vou!


Eu tenho algumas BFFs e não tenho foto com todas juntas e teria que fazer uma montagem.
Amigos são irmãos que escolhemos. E é esse o sentimento que eu quero que as minhas filhas sintam uma pela outra. Que mais do que irmãs de sangue elas sejam irmãs de alma e coração. Que sejam amigas que escolheram. Por isso fico muito feliz quando eu vejo que elas escolheram uma foto delas para este porta-retrato.


Mais uma vez pensei em colocar foto com as mãos das minhas filhas junto com as minhas. Mas vamos variar, vamos usar a criatividade, "vambora". Fiz uma foto minha, na aula de pintura, pintando a quarta e última peça do jogo americano.

A cabeça pensa, as mãos escrevem. O coração sente, as mãos acariciam.
O olhos visualizam as cores, as mãos pintam.



Eu procuro sempre pensar de forma positiva, mas quando bate um pensamento negativo, não tem jeito, eu preciso isolar na madeira. Não sossego enquanto não encontro algo de madeira e bato três vezes dizendo: isola 1, 2, 3. Aí sim fio tranquila.
Melhor ainda quando a madeira tem o dia do meu aniversário. Aí a sorte está garantida.




Eu queria de novo tantas coisas, assim como eu quero muitas coisas novas. Mas ver esse carinho entre as minhas filhas é o que eu quero de novo, de novo e de novo sempre.

Esse tema me fez pensar muito no que eu queria de novo e o novo que eu quero. Cheguei a rascunhar um post, mas ficou só no rascunho. Quem sabe bate a inspiração novamente e o post sai.




Diariamente, no trabalho, eu escolho um cantor, seleciono no youtube a coletânea de 50 vídeos e fico ouvinto. Um dia vou de Maria Gadu, no outro de Ney Matogrosso, depois escolho Rita Lee e assim vou. Mas eu ando em um overdose de Katy Perry.

A filha caçula está na fase Katy Perry até a última nota. Euzinha cheguei m casa e recebi o convite para ver e ouvir "Roar", mas o melhor foi ouvir "Mãe, te amo" depois da maratona Katy Perry.





Aqui bateu uma tremenda nostalgia...

Nas antigas, mas nem tão nas antigas assim, o trajeto Rio - Região dos Lagos era pela estrada que hoje é a "estrada velha" e era de lei parar no topo da Serra para relaxar, esticar as pernas e comer pastel de queijo com caldo de cana. Com a abertura da estrada nova o caminho encurtou, o cenário mudou e a comida da estrada também. O pastel de queijo com caldo de cana de lugar ao pão com linguiça. Mas fiquei durante anos fiel ao bom e velho pastel e nunca tinha comido o pão com linguiça da estrada nova. Hoje não resisti e caí dentro sem culpa.


17 -  Inspiração

Pulei. É claro que seria foto das minhas filhas, mas elas, nesse dia, brigaram com o celular e não me deixaram fazer a foto de jeito nenhum. Eu também não quis usar uma foto antiga. Mas são elas que me inspiram. Me inspiram a querer ser melhor. Me estimulam a descobrir talentos que eu não sabia que tinha. Me desafiam a viver novas experiência. Me motivam a querer aprender sempre. Já fiz um post com o título: "A maternidade me estimula, minhas filhas me incentivam."



Hoje eu escrevi pra mim e recomendo para todos.



19 - Eu amo em mim

Eu amo em mim o meu bom humor, a alegria e a disposição para viver.




A aula de pintura com a profe @odilafreire colore a minha semana. Aém das pinturas, conversas e risadas, sempre tem uma receita, uma comidinha, um agrado. Essa aula foi acompanhada bolo de aveia com açúcar mascavo, passas e castanhas feito por uma das alunas.
Colocar essa porção de arte nos meus dias me deixa mais relaxada.


21 - Meu sonho

Mais um tema que daria um post inteirinho. Tenho muito sonhos. Dos mais simples aos mais elaborados. Pensei muito sobre o tema, sobre os sonhos que já tive e já realizei, sobre os sonhos que já tive e já abandonei no meio do caminho, sobre os sonhos que ainda tenho e sobre os que podem surgir pela frente. E diante de tantos sonhos sonhados acabei não fotografando.


Carrego lembranças, emoções vividas, pensamentos, experiências e muito peso na bolsa. 
Eu sempre carrego um livro, um caderno para anotar ideias, esmaltes(tá certo que dessa vez exagerei. Tô carregando uma caixa com vários) caso eu resolva fazer as unhas e muitas coisinhas indispensáveis.




Minha agenda diária é sempre cheia de pendências para serem resolvidas, mas procuro deixar espaços para relaxar, conviver com a família com leveza, encontrar os amigos, cuidar de mim, enfim, coisas que me fazem bem. Mas essa agenda está na cabeça ou rabiscada em algum caderno.

Eu não uso agenda física, mas não dispenso um caderno. Esses são os dos três últimos anos. Ali anoto ideias, planejo as atividades, rabisco pensamentos, tudo com canetas coloridas. Algumas vezes volto nos cadernos antigos para recuperar ideias que ficaram pra trás.




Aqui também bateu uma nostalgia enorme. Me lembrei de quando eu era criança e que tinha muitas plantas que eu cuidava, plantava, replantava e até conversava com elas todas as noite. Pensei em fazer um post falando sobre isso, mas foi mais um que ficou na lista dos posts a serem escritos algum dia.

Eu adoro esse cactos no quarto da Ana Luiza. Ele deixa o banquinho que eu fiz para ela mais charmoso.



25 - Por onde andei

Andei por tantos lugares que fiquei na dúvida do que postar. Na verdade que queria fazer o post da última viagem que fizemos a São Pedro da Serra e publicar a foto junto. Acabou ficando na lista de pendências. Mas farei o post nesse mês de fevereiro. Ah, vou!


Mais uma vez o ótimo, inimigo do bom, atrapalhando. Fiz a foto, mas não postei esperando uma melhor. Mas essa que eu achei na minha galeria eu tenho que publicar.
Qual mãe não ama pezinho de filho? E mesmo que já não sejam tão pezinhos assim, que já calcem igual a mim, eu continuo apaixonada pelos pezinhos das minhas filhas. Adoro quando elas chegam cansadas e me pedem massagem.


27 - Sorriso

Furei. Eu queria uma foto minha com as minhas filhas com um largo sorriso no rosto, mas não tinha nenhuma nova. Eu queria algo do tipo que postei no Ano Novo, como esta AQUI. Mas não rolou. As florzinhas de formosura não quiseram colaborar comigo. 


Amo demais da conta. Meu AR, meu amAR.




Eles são o motivo para eu querer melhorar a cada dia. Eles me inspira a não ficar só na vontade e sim ter ação. Eles são meu motivo é minha ação. Minha motivação.




Se eu for pensar em melhores dias da minha vida vou dizer que foram os dias dos nascimentos das minhas filhas. Ali rolou um transformação. Mas tive os melhores dias em cada viagem que já fiz. O melhor dia do ano. O melhor dia de praia. O melhor dia de cachoeira. São muitos melhores dias. Até o dia em que saí de um trabalho de longa data foi o melhor dia porque abriu novas portas. O melhor dia é aquele que a gente transforma em oportunidade de aprender, de melhorar, de desfrutar, de sentir.
Hoje foi o melhor dia desse final de semana e terminou com esse pôr do sol.


Eu tenho o meu cantinho onde faço os posts do blog, tenho o cantinho em que Pinto, tenho o cantinho do Rio que eu mais gosto é outros cantinhos mais. Para hoje eu escolhi esse cantinho com nossas em molduras pintadas por mim. Um cantinho colorido e cheio de amor.


Até que eu fui bem disciplinada e gostei muito de participar desse desafio. Agora vamos para fevereiro. 

sábado, 30 de janeiro de 2016

A Semana 5 - Planos A(migos), B(bebida) e C(omida)


Com as filhas em férias está difícil de vir aqui blogar. Por isso isso o blog está bem com cara de querido diários nessa semana eu... Mas a verdade é que esse é um dos objetivos do blog: registrar momentos gostosos e bem vividos.

E nessa semana eu tive alguns momentos simples que me fizeram muito bem.

Fui encontrar com a Sam que estava na área finalizando as férias em família em Niterói. O nosso encontro teve o cenário lindo do Forte Copacabana.


A conversa foi ótima, descontraída e cheia de sorrisos.


Encontrei amigas do antigo trabalho para matar as saudades, colocar o papo em dia e ainda comer o famoso hambúrguer do Hell's Burguer, considerada uma das melhores hamburguerias do Rio. Fui na estrela do cardápio que é o Hell' Burguer feito de costela bovina. As batatas também são maravilhosas.


Pude ver uma das cenas que enchem o meu coração de alegria: amizade e companheirismo entre as minhas filhas. A Ana Luiza chegou um pouco tarde e com fome. Como eu estava cansada, a Sofia foi fazer tapioca para a irmã mais velha. O melhor foi ouvir a conversa das duas. Me derreti toda.


Finalmente eu terminei de pintar os quatro jogos americanos na aula de pintura e professora Odila Freire deu o nome "Folia" ao jogo de cores. A aula de pintura foi acompanhada de bolo de chocolate com coco com partilhado com as amigas.


Antes da aula de pintura eu encontrei com a amiga Fernanda Reali para uma conversa descontraída. Um tempo para eu desacelerar, relaxar e matar a fome com uma quiche de brie com damasco. E ainda ganhei um banquinho lindo pintado por ela. Muito carinho envolvido nessa amizade. 


A Sofia e a Ana Luiza prepraram a base do meu novo projeto de pintura. É muito gostoso vê-las envolvidas nas atividades de meu interesse. Nós, como mães, passamos anos nos transportando para as atividades de interesse dos filhos, para o universo infantil. Quando eles começam a crescer e participar dos nossos interesses é muito gratificante. 



E quando eu cheguei da aula de pintura e o que as filhas queriam fazer? Pintar!
Queriam que eu ensinasse o que eu aprendi. Aí a gente colocou o som no celular e tivemos escolinha noturna de pintura na varanda com direito a presença de amiga e tudo mais.




Vi com ao marido o filme "O Juiz". Eu já tinha lido o livro e gostado bastante. O filme trata de relações familiares tendo o foco na relação pai e filho, mas fala também das relações entre marido e mulher, entre irmãos e ex-namorados contrapondo momentos de tensões emocionais com outros de enorme sensibilidade. E claro que a sessão no sofá foi acompanhada de pipoca de panela.



Fechei a semana com almoço com amigos do trabalho no Aconchego Carioca uma das melhores comidas de botequim do Rio de Janeiro. Esse bolinho de batata baroa com camarão é uma loucura de bom! 



O tempo tem passado voando e muitas vezes a semana acaba e eu penso: nossa, não fiz nada de diferente nessa semana. Fiquei só na rotina trabalho e casa. Mas quando para para olhar essa rotina com cuidado, com atenção, eu percebo o quanto de pequenas coisas preciosas eu vivi. Pequenas coisas que são verdadeiros vasos cheios de oportunidades bem aproveitadas.


Este post faz parte da BC A Semana que aqui no blog substituiu a BC Pequenas Felicidades.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo