segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Funnel Cake, o Bolinho de Chuva da Disney


O Funnel Cake, bolo de funil, tipo uma versão americana do nosso bolinho de chuva, muito tradicional nos parques da Disney como:  pavilhão americano do Epcot;  no Sleepy Hollow Refreshments em Liberty Square, no Magic Kingdom; próximo ao show do Rei Leão no Animal Kingdom; no Oasis Refeitório no Hollywood Studios e também são encontrados no Typhoon Lagoon e no Blizzard Beach. 

Funnel Cake

Neste final de semana, eu e mais duas amigas nos divertimos bastante fazendo os bolos de funil. Uma gordice maravilhosa! A ocasião merecia!

Funnel Cake

A receita do Funnel Cake é bem sem semelhante a nossa receita de Bolinhos de Chuva. Os ingredientes são os mesmo. A diferença está apenas na consistência, para o Funnel Cake ela é mais líquida de forma que escorra pelo funil.

Como a nossa brincadeira foi de improviso e a ideia surgiu de repente, resolvemos fazer a experiência usando a massa pronta de bolinho de chuva que encontramos nos mercados. Para a massa ficar na consistência do Funnel Cake acrescentamos um ovo além do especificado na embalagem e um pouco mais de leite. E deu certo! 

O que utilizamos:

- 1 embalagem de massa pronta para bolinhos de chuva;
- 3 ovos (a embalagem pede 2);
- 1 xícara de leite (a embalagem pede 2/3 de xícara de leite);
- óleo para fritar;
- açúcar e canela para polvilhar;
- frutas, sorvete, geleias, mel, etc., para decorar.

Como fizemos:

Misturamos batemos os ovos, acrescentamos o leite e adicionamos o conteúdo da embalagem. Misturamos bem até a massa ficar com a consistência (meio líquida) que passasse pelo funil.

Funnel Cake

Em uma frigideira nós esquentamos o óleo. 
Fechamos a saída do funil com o dedo e enchemos com a massa.
Levamos até a frigideira e deixamos a massa escorrer fazendo movimentos circulares para espalhá-la.


Funnel Cake

Começamos o movimento pelo centro e fomos abrindo para formar um círculo.
O ideal é deixar o mínimo de frestas possível na massa.

Funnel Cake

Deixamos dourar, viramos com uma espátula e fritamos o outro lado.
Retiramos da frigideira e colocamos em papel toalha para escorrer todo o óleo.


Funnel Cake

Depois é só polvilhar com açúcar e canela e complementar com o que desejar.

Funnel Cake

Uma gordice bem divertida de se fazer.

sábado, 13 de setembro de 2014

BC A Semana - Post #31

Foi uma semana de estar perto de pessoas queridas e que me fazem bem. 


- Fiz um passeio à Livraria da Travessa com a Ana Luiza. Conversamos sobre os livros, folheamos outros e compramos alguns. A Ana Luiza me mostrou o livro "Pó de Lua", da Clarice Freire, e eu me encantei. Gostei tanto que fiz este post sobre o livro (para ver clique neste LINK). O passeio teve continuidade em um restaurante onde almoçamos lendo juntas, conversando e dando risadas.

- Passei momentos em família desenhando, colorindo, jogando jogos de tabuleiros com a Sofia. Assistindo alguns episódio de "Dawson's Creek" com a Ana Luiza. Vi o filme "O Lobo Atrás da Porta" com o marido. Momentos simples que nos possibilitam muitas trocas.


- Saí com a minha amiga Simone para um papinho rápido e muitas risadas. Poucas horas que proporcionaram alegria suficiente para renovar as energias.


- Encontrei amigas queridas para jogar conversa dentro e trocar experiências. Aproveitamos para ir em um lugar diferente dos demais encontros e assim trouxemos mais novidade para o nosso bate-papo.



- Observei a Sofia e as amigas combinando um piquenique na escola, que seria na hora do lanche, para comemorar o aniversário de uma outra amiga. Gostei da ideia delas, do carinho em preparar a surpresa para a amiga e a desenvoltura para pensar em tudo.

- Preparei, a pedido da Sofia, sanduíches de rolinho para o tal piquenique e fiquei muito feliz com a alegria que a Sofia chegou em casa contando que todo mundo gostou dos rolinhos e eles foram os primeiros a acabarem.



- Aproveitei um dia lindo de sol para tomar um café da manhã no Jardim Botânico com outra amiga muito querida, a Márcia. Já falei do café da manhã no La Biciclete neste post AQUI. Também já declarei o meu amor pelo Jardim Botânico neste outro post AQUI


Além de começar o dia de forma diferente e em ótima companhia, ainda desfrutamos de um visual incrível e visitamos a exposição "450 Anos de Música".


- Fui no Arpoador tomar um café da manhã com a minha irmã. Mais um começo de dia inusitado com boa conversa e um visual lindo. 


Preenchi os meus dias com carinho de amigos e da família. Aproveitei para aprender algo novo com essas pessoas, para ensinar algo. Troquei muito mais do que bons momentos e ótimas risadas. Troquei experiências e carinho. 

Este post faz parte da Blogagem Coletiva "A Semana" proposta pela Fernanda Reali. Passe lá para ver como foi a semana das outras amigas participantes. Essa blogagem é um estímulo a aproveitarmos mais as nossas semanas.   

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Livro Pó de Lua - Clarice Freire


Quando os filhos são pequenos, nós pais mostramos o nosso mundo pra eles. Conforme os filhos crescem, eles começam a trazer os próprios interesses para compartilhar com os pais. E essa troca é uma delícia, cheia de descobertas e muitas possibilidades.

Nessa semana, em um passeio pela livraria, a Ana Luiza me mostrou o livro "Pó de Lua - Para diminuir a gravidade das coisas", da Clarice Freire. Um livro de poesias desenhadas que já encanta pela encadernação linda, pelo formato pequeno tipo aqueles cadernos Moleskine com as bordas arredondadas. A lateral em azul também dá mais destaque à encadernação. Eu já fiquei com vontade de comprá-lo mesmo sem abri-lo e saber do que se tratava.

Livro Pó de Lua

Quando dei a primeira folheada eu fiquei mais interessada ainda. O livro traz poesias com jogo de palavras e ilustrações simples, muito lindas e supercriativas. As frases e pensamentos transmitem alegria, descontração, uma pitada de humor junto com muito sentimento e reflexões.

Bom, eu e a Ana Luiza compramos o livro, saímos da livraria e fomos almoçar em um restaurante tipo botequim com cadeiras na calçada. Durante o almoço lemos as poesias, conversamos sobre algumas, mostramos uma para outra as poesias que mais nos identificamos e achamos interessantes, etc.

Posso dizer que o livro deixou o nosso almoço bem mais poético, leve, descontraído.

Voltamos pra casa e acabamos de devorar as 192 páginas divididas em quatro fases, que são as da lua. A leitura é bem rápida, mas dá vontade de reler várias vezes.

Hoje eu queria um lugar verde.


Livro Pó de Lua


Então fui fazer um passeio pelo Jardim Botânico do Rio e levei o "Pó de Lua" para reler enquanto tomava um café ou me sentava em algum banco para contemplar a beleza do lugar, e acabei fazendo algumas fotos.

Eu me inspirei e precisei de um papel, ou melhor, um guardanapo para escrever.


Olhei pra frente e me lembrei da poesia que a Ana Luiza me mostrou enquanto almoçávamos.

Livro Pó de Lua

Voltei no tempo em pouco tempo.


Aproveitei meu tempo e o bom tempo.

Livro Pó de Lua

Pensei nas filhas e no que eu tenho plantado até o momento.

Livro Pó de Lua

Eu me refresquei na fonte sem medo de ser feliz, sem medo de estar aberta a conhecer algo novo.

Livro Pó de Lua

Gostei demais de entrar nessa leitura junto com a Ana Luiza.
Pra quem quiser ver mais um pouco das poesias mágicas de "Pó de Lua" (elas são capazes de diminuir a gravidade das coisas), vale visitar a página Pó de Lua, o Instagram e o Blog.


segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Arroz integral ao forno com espinafre

Agora o objetivo é fazer as filhas voltarem a comer espinafre. Olha que desde o cupcake de espinafre essa batalha parecia vencida, mas de repente voltaram a rejeitar o tal verdinho.

Nesta nova tentativa eu eu recorri ao livro "Trocas Inteligentes" da nutricionista Sonja Salles.

Livro Trocas Inteligentes


E encontrei uma receita do arroz ao forno com espinafre que de água na boca.

Receita de arroz integral ao forno com espinafre

Aproveitei que tinha os ingredientes em casa. Só não fiz uso do óleo nem do sal e deu certo.

Livro Trocas Inteligentes da nutricionista Sonja Salles

Como fizemos:

Batemos os ovos na batedeira, adicionamos o queijo ralado e o leite. Temperamos com pimenta-do-reino moída na hora, acrescentamos o espinafre e mexemos bem. Colocamos o arroz cozido, demos aquela misturada  básica, colocamos no na forma, polvilhamos queijo ralado por cima e levamos para assar em banho-maria por aproximadamente 30 minutos.

Receita de arroz integral ao forno com espinafre

Ficou uma delícia e todos comeram o tal espinafre tão rejeitado, coitado. Vamos repetir o formato usando outros legumes e hortaliças. O próximo será com brócolis. O fato de estar misturado ao arroz facilita muito a aceitação e assim conseguimos aumentar o consumo de verduras que são normalmente rejeitadas.

Ah, e aqui a troca inteligente proposta pela nutricionista Sonja Salles nesta receita:

Receita de arroz integral ao forno com espinafre




sábado, 6 de setembro de 2014

BC A Semana - Post #30


Foi uma semana de olhar para cada dia e observar que


- A alegria de estar entre amigos. Lanchinho na casa da amiga para os filhos fazerem pulseirinhas de Rainbow Loon.


- Levar a Ana Luiza nas aulas de meditação e ficar muito feliz em ver que a filha se interessa em crescer, aprender e ser uma pessoa melhor.

- Caminhar pela rua observando o que passou despercebido e encontrar arte.


- Buscar a Sofia na aula de inglês e ter a oportunidade de ver o trabalho que a turma fez. Uma maquete para reforçar o vocabulário e as expressões que estão sendo tratadas. Mas o melhor foi saber quais os lugares do bairro foram feitos pela Sofia: museu, parque com árvores e livraria.


- Ir ao cinema com duas amigas queridas e perceber a alegria não apenas no prazer de ver o filme, mas na alegria da companhia e nas sensações que o filme provocou. Aliás, "Lucy" superou as minhas expectativas. Um filme muito louco, totalmente imprevisível que mistura ação com alguns flashs meio "filosóficos".

Scarlett Johansson no filme Lucy

Sinopse do site Adorocinema: "Quando a inocente jovem Lucy (Scarlett Johansson) aceita transportar drogas dentro do seu estômago, ela não conhece muito bem os riscos que corre. Por acaso, ela acaba absorvendo as drogas, e um efeito inesperado acontece: Lucy ganha poderes sobre-humanos, incluindo a telecinesia, a ausência de dor e a capacidade de adquirir conhecimento instantaneamente.".

- Sair para jantar com meu pai, minha irmã e a Ana Luiza. Aproveitar para comemorar sem ter data marcada, nem motivo especial. E constatar, como escreveu José Saramago, que "não existe dia festivo, nós é que o tornamos festivo por fazê-lo diferente.".

- Desfrutar da companhia de mais uma amiga querida em um café da manhã tranquilo no La Biciclete e caminhar tranquilamente, lentamente pelo Jardim Botânico, sentar, ler algumas páginas de um bom livro, apreciar toda essa beleza e sentir que alegria gerada de forma natural é transformada em relaxamento .


- Ir ao INSS (para fazer a perícia devido a cirurgia) e me surpreender com a pontualidade, presteza e simpatia no atendimento.

- Sair para almoçar com o marido, conversar, rir e se sentir namorando.

- Seguir as instruções médicas e sair apenas por duas/três horas por dia e depois descansar. Aproveitar a casa, ler, ter a companhia da Xina, coisas simples, mas que me fizeram me sentir mais calma, mais desacelerada.

Com diz Martha Medeiros no crônica "Hedonismo": "O prazer é residente. Está dentro de nós, na maneira como a gente se relaciona com o mundo." Procurei me relacionar com o meu mundo buscando a alegria de cada momento.

Este post faz parte da Blogagem Coletiva "A Semana" proposta pela Fernanda Reali. Passe lá para ver como foi a semana das outras amigas participantes. Essa blogagem é um estímulo a aproveitarmos mais as nossas semanas.   


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
▲ Topo