domingo, 14 de janeiro de 2018

A Semana 2 de 2018 - Buscar o Colorido


Semana que a Ana Luiza completou 19 anos, semana de filhas de férias na casa da avó, semana de só nós dois em casa, uma semana cheia de oportunidades para (re)olhar a vida com atenção aos detalhes, às pequenas sensações que muitas vezes passam despercebidas, e são justamente estas que deixam os nosso dias mais significativos.


Fomos à praia no final de tarde, coisa que eu adoro. Adoro a tranquilidade do pôr do sol, aquela hora que a praia já está vazio que o sol não queima mais a pele, mas o calor aquece a alma. Horário que dá para apreciar o horizonte sem tanto vai e vem na nossa frente, nos encantar com o visual sem o colorido das inúmeras barracas de sol, e alegrar com as brincadeiras das crianças. 


Comemoramos os 19 anos da Ana Luiza do jeitinho que ela quis. Sem grandes eventos, apenas nós, em uma pizzaria que ela escolheu. Apreciamos os sabores a nossa disposição, conversamos e rimos gostoso. 


As filhas foram aproveitar os dias de férias na casa da avó, em Cabo Frio. Fiquei daqui acompanhando os passeios, dando dicas, ficando feliz com a felicidade e recebendo muitas fotos. 

Praias de Cabo Frio: Praia do Forte, Praia Brava e Praia das Conchas.


Praias de Búzios: Azeda e Azedinha, e Praia do Forno


Praia de Arraial do Cabo: Prainha


Enquanto as filhas estão com a avó, aproveitar para olhar a minha rotina sem elas, cuidar da relação com o marido e estar com amigos. 


Em um dia nublado qualquer, aparentemente sem graça, dentro da rotina, resolvi aproveitar a minha hora do almoço e conhecer o Centro Cultural Light. Caminhei, observei, entrei nas exposições. 


Esse é o conceito da Blogagem Coletiva Reolhar a Vida proposta para este ano de 2018 pela Elaine Gaspareto: olhar além do que estamos habituados a ver. Olhar os detalhes do nosso dia a dia. Buscar o colorido! Algo que eu procuro fazer diariamente há bastante tempo. Até me lembrei do post de 2011 "Projeto 10 on '10 - Vejo Flores" em falei justamente sobre mudar o ponto de vista. 



Este post faz parte da BC #ReolharAVida proposta pela Elaine Gaspareto que veio substituir a BC #52SemanasDeGratidão  que em 2017 vai substituiu a BC A Semana que por sua vez já tinha substituído a BC Pequenas Felicidades.





Você pode me encontrar também

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

3 Filmes Imperdíveis - 3 Ótimas Estreias da Semana


Nesta semana, mais precisamente hoje, dia 11 de janeiro estreiam três filmes imperdíveis e que eu, ou a Márcia, tivemos a oportunidade assistir nas cabines de imprensa.



Quem me acompanha pelo Instagram @Inventandomamae já viu que falei dos lançamentos por lá.

O primeiro é "O Motorista de Táxi", falei desse filme no post da "semana 51 de 2017".


O filme esteve na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e foi escolhido para representar a Coréia do Sul no Oscar 2018.

Mistura comédia, drama e ação na medida certa para contar de forma impactante, baseado em fatos reais, a Revolta de Gwangju, episódio importante da história moderna da Coréia do Sul.

Sinopse: "Um taxista de Seul é contratado por um jornalista estrangeiro para levá-lo até a cidade de Gwangju. Ao chegar lá, eles se deparam com o lugar tomado pelo governo militar e com os cidadãos, liderados por um grupo de estudantes, reivindicando liberdade. O que começa com uma simples corrida de táxi se torna uma luta pela sobrevivência em meio à Revolta de Gwangju, evento real que aconteceu na Coreia do Sul em maio de 1980.".





O filme "Lou" mostra a trajetória, desde a infância até velhice, de Lou Andreas-Salomé. Uma mulher forte, a frente de seu tempo, que não aceitava as convenções impostas pela sociedade conservadora. Imagina uma mulher nascida em 1861 que se recusava a casar para não ter que se submeter a um homem?
Inteligente, ele desempenhou vários papéis, como filósofa, poeta, romancista e uma das primeiras psicanalistas do mundo.

Sinopse: "No fim do século XIX a escritora e psicanalista Lou Andreas Salomé vive de forma livre e contestadora. Suas ideias e atitudes seduzem as mentes mais brilhantes da sua época, como os filósofos Paul Rée e Friedrich Nietzsche, o psicanalista Sigmund Freud, o poeta Rainer Maria Rilke, além do jovem filólogo Ernst Pfeiffer. Auxiliando Lou nos registros das suas memórias, ele também acaba se apaixonando por ela.".



@marcia.cantanhede que esteve nesta cabine me representando. Aqui está o relato dela:
O filme "o estrangeiro" dirigido por Martin Campbell, o mesmo de Cassino Royale, foi também como este último, muito bem realizado, não decepciona em nada como filme de ação, suspense político nas suas várias nuances, e dando espaço para que Chan demonstre sua habilidade dramática em todas suas cenas. E por fim, tem Brosnan, perfeito na atuação de um personagem vigoroso, complexo e cheio de segredos...".

Sinopse: "Quando vê a sua filha, a única família que lhe resta, ser morta por uma bomba num atentado terrorista cometido pelo Exército Republicano Irlandês, Quan (Jackie Chan) procura os culpados da sua morte, através de Liam Hennessy (Pierce Brosnan), um antigo membro desse Exército. Hennessy não sabe que Quan foi treinado pelas forças especiais dos EUA e subestima-o gravemente.".


Você pode me encontrar também

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Ana Luiza - 19 anos! Quanta diferença em mim





Eu estava diferente. Tinha algo diferente acontecendo comigo. Seria a cidade? Não podia ser. Aquela cidade não era novidade para mim. E tinha alguma novidade em mim.

Há 19 anos e trita e poucas semanas eu desembarcava em São Paulo, à trabalho. Não era a minha primeira vez, nem a última naquela cidade. Era apenas mais uma de muitas que já tinham passado e tantas outras que viriam pela frente.

Mas aquela semana estava diferente. Tinha algo diferente. E tinha alguma novidade em mim.

Ao desembarcar, eu, uma pessoa pouco sensível a cheiros, senti todos os cheiros daquela cidade. Os peitos inchados e doídos me lembravam a cada passo que a menstruação, atrasada como sempre, poderia dar as caras a qualquer momento. Seria a TPM que estava me dando algum superpoder olfativo? Seria a cidade da garoa que estava deixando o meu olfato mais apurado?

Ao transitar naquele engarrafamento, eu, uma pessoa que não enjoo por nada, me sentia enjoada. Os peitos inchados e doídos me lembravam a cada sinal, ou melhor a cada semáforo (afinal eu estava em Sampa), que a menstruação, atrasada como sempre, poderia dar as caras a qualquer momento. Seria a TPM que estava me embrulhando o estômago? Seria o trânsito da maior metrópole do país que estava deixando o meu estômago mais volúvel?

Ao decidir um programa entre os muitos disponíveis, eu, uma pessoa agitada, que jamais recuso um convite e um bom lazer, sentia sono. Um sono imbatível. Os peitos inchados e doídos me lembravam a todo instante que a menstruação, atrasada como sempre, poderia dar as caras a qualquer momento. Seria a TPM que estava me deixando deprê e sonolenta? Seria o movimento da Pauliceia alucinada  que estava deixando tonta?

Eu não sabia. Sabia apenas que aquela semana estava diferente. Eu estava diferente. E tinha alguma novidade em mim.

Sentindo todos os cheiros ao mesmo tempo, o próprio cão farejador, logo eu que mal sinto um cecê ao meu lado. Sentindo um enjoo que me tirava até a vontade de comer brigadeiro, logo eu que sou uma gulosa nata. Um sono desesperador que me fazia bater cabeça, logo eu que sou cheia de disposição.

Até que a minha amiga de viagem à trabalho levantou a remota, remotíssima, possibilidade de eu estar grávida. Por insistência dela fomos a farmácia mais perto e eu pedi o teste de gravidez mais barato. Afinal, não valia a pena gastar dinheiro para confirmar o que eu já tinha certeza. Tinha algo diferente acontecendo sim, mas não era gravidez.

Apenas um jato e duas linhas surgiram na minha frente. 

Quem mandou comprar o teste mais barato? Vagabundo! Deu errado! Volta lá e compra o mais caro.

Apenas um jato e duas linhas surgiram na minha frente.

Testes de farmárcia... Mais barato, ou mais caro... não importa. Todos mal armazenados. Eu pensava.

Aquela semana realmente estava diferente. Tinha algo muito diferente. E tinha alguma grande novidade em mim.

Na manhã seguinte bem cedo, antes de ir para o trabalho, passei em um laboratório e fiz o exame de sangue. Na saída do expediente voltei direto para o tal laboratório. Peguei o envelope, a essa altura do campeonato, já torcendo para ele apenas confirmasse as duas linhas do teste barato e do teste mal armazenado.

Abri aquele envelope e confirmei:  eu estava diferente. Tinha algo muito diferente. E tinha alguma grande novidade em mim. Eu estava grávida.

Grávida do meu grande amor. Grávida de quem me tornou e me torna cada dia melhor. Grávida de quem me faz feliz todos os dias. Grávida de quem me ilumina com o seu sorriso.

Grávida da minha linda, que não precisa de retoque, nem filtros. Grávida da minha linda que deixou a minha vida mais linda.





Desde então eu sou diferente. Eu tenha algo muito diferente. Eu tenho um amor imenso.


sábado, 6 de janeiro de 2018

A Semana 1 de 2018 - A Amizade é o Melhor Remédio


Primeira semana de um novo ano, semana que começou com fogos, brilho, planos, promessas, esperança e desejos de muitas felicidades.


Porém no decorrer desta primeira semana alguns problemas de 2017 não se tocaram que o ano acabou e que eles deveriam ficar lá. Os tais quiseram entrar 2018 com o pé esquerdo.

Nessas horas as amigas foram muito importantes para ajudar mudar o foca, buscar outro ponto ponto de vista e dar boas risadas.


Encontros inesperados na hora certa ajudaram a relaxar, desestressar e dar boas risadas.


Encontros marcadas em cima da hora ajudaram a enxergar o outro lado, clarear as ideias e dar boas risadas.


Nesta primeira semana do ano em que a proposta da Blogagem Coletiva "Reolhar a Vida", da Elaine Gaspareto, é buscar um olhar mais atento para a nossa rotina, para o nosso dia a dia e perceber pequenos detalhes que passam despercebidos por estar com o olhar habituado, a mente presa na rotina, o foco fechado no dia a dia, passei por uma rua que passo diariamente, resolvi olhar para cima para observar as copas das árvores e me deparei com esta placa.




Este post faz parte da BC #ReolharAVida proposta pela Elaine Gaspareto que veio substituir a BC #52SemanasDeGratidão que em 2017 vai substituiu a BC A Semana que por sua vez já tinha substituído a BC Pequenas Felicidades.





Você pode me encontrar também

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

17 posts mais lidos de 2017


Vou seguir a tradição dos dois últimos anos e fazer a retrospectiva dos posts do ano mais lidos no blog.

Assim como contei nas retrospectivas de 2016 ("16 posts mais lidos de 2016") e 2015 ("15 posts mais lidos de 2015"), é interessante, para mim, ver como os assuntos mudam de interesse tanto para mim, quanto para quem lê o blog, conforme as filhas crescem.

Não vou fazer suspense e começar logo pelo mais lido!


1 - 4 filmes para falar falar de gravidez na adolescência

Gostei de ver que um assunto ligado a temática adolescente no topo da leitura. Ainda mais quando esse assunto se mistura com cinema.




Esse filme é uma delícia e eu adorei fazer o post conciliando a história do filme com turismo. Fiz o roteiro da viagem. Adorei fazer o post do filme neste formato.



Neste ano mostrei mais as minhas pinturas e elas fizeram sucesso no blog. Tanto que estão aqui entre as mais lidas.



Eu adoro quando os posts de atividades culturais como visitas a museus e exposições ficam entre os mais lidos. Por mim este assunto seria sempre o mais visitado. 

O MAR é um museu que sempre merece a visita e esta exposição foi realmente muito interessante.




Viajar e comer, duas coisas que amamos! Este post é literalmente delicioso!




Olha a pintura de volta aqui entre os mais lidos. Essas mesas foram feitas com muito carinho e ficaram muito lindas, eu achei. Vou fazer mais duas para duas amigas.



As pinturas realmente ganharam o coração dos leitores do blog. 



Essa viagem foi maravilhosa e para mim uma quebra de paradigma. Mudou a minha forma de ver Miami. 



Um paraíso reencontrado.



Mais um post com a temática adolescente. Foi divertido e movimentou o Twitter e o Instagram com mães trocando experiências e querendo definir o que é Tumblr. Rendeu boas risadas.




Está mais do que comprovado de que os posts de pinturas foram os líderes de audiência neste ano. Mas esse cavalinho merece. E como eu fico feliz de vê-lo aqui! Feito com muito amor para um grande amor.



As dicas de passeios pelo Rio estão sempre presentes no blog. O Morro da Conceição é um local cheio de história e pouco conhecido pelos cariocas. 



Adorei ver o Caderno de Perguntas, aquele que fez parte da adolescência de muitas mães, voltando para as mãos das filhas e ainda mais aparecendo aqui nos top deste ano.



Esta escadinha eu estava fazendo para mim até que a minha mãe viu, gostou e pediu. Eu dei! Fiquei feliz em fazê-la e feliz em vê-la colorindo, enfeitando e alegrando a casa da minha mãe. Agora, eu fique feliz de reencontrá-la aqui.



Muito bom saber que assuntos mais... sérios... digamos assim, ganham destaque no blog. Muito bom ver que temas sobre a adolescência são procurados. 



As receitas já foram o ponto forte do blog. Neste ano fizemos poucas receitas novas, caprichamos mais nos risotos, mas até que um post de receita ainda ficou nos mais lidos. Também esse bolo merece! É maravilhoso!



Mais uma passeio imperdível pela Cidade Maravilhosa!


Teve um pouco de tudo do que eu costumo contar e mostrar por aqui.


Você pode me encontrar também
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo