quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Leitura teen: As Regras do Amor


Tem bastante tempo que eu não falo de dicas de leitura aqui no blog. Na verdade eu tenho lido menos do que gostaria, mas a Ana Luiza mantém o ritmo de leitura e lê um livro atrás do outro.

O primeiro livro que ela leu nessa ano foi "As regas do Amor" de Pamela Wells e ela gostou muito da leitura.

como superar uma desilusão amorosa

Mas o que me fez postar sobre esse livro, além do fato da Ana Luiza realmente recomendar, foi a forma como ele foi adquirido.

Estava eu sentada no café da livraria navegando no Facebook e vejo a seguinte publicação na TL Fernanda Reali com o texto da Martha Medeiros:

""O #amor, como todo sentimento, é livre. É arredio a frases feitas, debocha das regras..." Martha Medeiros, livro Non-stop Pág 156" 

O amor, como too sentimento, é livre

Acabo de ler e pensar no texto, levanto os olhos e eles batem diretamente na gôndola de livros para adolescentes e o título "As Regras do Amor" salta na minha visão.
Imediatamente me vem o pensamento: esse é um livro que eu não deixo a Ana Luiza ler! Deve ser cheio de pré-conceitos e frases tipo "Amar é... nunca perder a paciência".
No mesmo instante eu revi o meu pensamento inicial "como assim, eu não vou deixá-la ler um livro?" Bom, pensamento vai e vem, eu me levantei peguei o livro, voltei ao meu café e comecei a ler a história de quatro amigas em que três terminam os respectivos namoros às vésperas do dia dos namorados. A quarta amiga, com a intenção de ajudar as outras a se recuperarem desse baque, faz 29 regras para sair de uma desilusão amorosa mais rapidamente.


Quando eu cheguei nas regras tive que dar boas risadas me recordando das vezes que disse algo semelhante para uma amiga.


De algumas situações em que choramos juntas e depois rimos de ter chorado.


E de conselhos que já dei, mas não segui. Tipo: não ligue em hipótese alguma, mas eu mesma não podia passar perto de um telefone sem cair em tentação (e só não ligava mais vezes porque na época não tinha celular à mão).


As regras que guiam o enredo do livro são legais, coisas que já dissemos e já ouvimos, e conforme as meninas vão quebrando as regras a leitura se torna mais divertida.
 
Pois é, eu acabei comprando o livro para a Ana Luiza por perceber que seria uma leitura despretensiosa, leve, divertida, bem adequada para a idade dela e poderia render uma boa conversa entre a gente.
 
Bom, a Ana Luiza leu rapidinho sempre fazendo elogios ao livro e quando terminou disse que o livro é muito legal e que eu deveria ler. Sim, eu li, mas é um livro para adolescentes. Valeu a pena a leitura para ela e para mim valeu para recordar a minha fase de adolescente e me inserir no "mundo teen" e ser mais um meio para manter a ligação entre nós duas. No final foi uma ótima aquisição. Ah, e foi ótimo eu rever o meu conceito  inicial (eu impliquei com o título do livro, afinal o amor não tem regras), mudar o meu ponto de vista e me surpreender.
 
Sinopse:
"Três términos de namoro. Quatro amigas. Vinte nove regras para enfrentar uma desilusão amorosa. Sydney, Raven, Kelly e Alexia são inseparáveis. Até que nas vésperas do Dia dos namorados, três das meninas compartilham o azar de serem dispensadas pelos seus respectivos amores. Drew – com seus belos olhos azuis – dá um fim no namoro de dois anos com Sydney. Raven não consegue escolher entre Caleb e Horace. Então, de uma hora para outra, acaba ficando sem ninguém. O seminamorado de Kelly, Will, tem planos para o Dia dos Namorados. Só que não com ela. Alexia nunca teve seu coração partido, mas isso é porque nunca teve um namorado. Quando os namoros de suas melhores amigas terminam, ela não pensa duas vezes em inventar um jeito de ajudar as amigas Qual melhor jeito de superar os corações partidos, se não seguir regrinhas simples? Com muito chocolate, festas do pijama e palavras de consolo, tudo parece estar indo muito bem. Enquanto redescobrem sua amizade, regras são quebradas. Mas em breve as meninas podem superar os corações partidos e começarem elas mesmas a partir corações."
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

15 comentários:

  1. Que legal deve ser e ri também das dicas ,pois quem já não deu esses conselhos pra alguém? bjs, lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  2. Que bacana Chris!
    Acho que a fase de adolescente sempre se repetirá, e o mais gostoso é relembrar através dos nossos filhos.
    Meu filho mais velho tem 15 anos, quando ele gosta de alguma leitura e recomenda eu leio com todo carinho, assim fico por dentro de seu universo.
    Ser mãe é assim!
    Bj
    Com carinho

    Femme Digital- Mãe, Esposa, Mulher!

    ResponderExcluir
  3. kkkk Cris adorei reviver o amor adolescente, onde o amor parece ser eterno e as dores infinitas, viva nossa inocência da época.

    Tri-beijos Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu sofri o pao que o diabo amassou qdo era adolescente, deveria ter lido algo assim para nao confundir amor com carencia. Achei o livro mto legal. Beijos =*

    ResponderExcluir
  5. Deve ser bem bacana o livro, e embora nem sempre as regras se enquadrem, acho que se tivesse lido quando adolescente iria pensar mais antes de ter feito tanta burrada na vida amorosa rs (que bom que agora eu consigo rir de tudo rs) Me fez lembrar aquele livro da sophie kinsella (segredo de emma corrigan), como é difícil fazer o certo quando se está apaixonada né? adoro esse tipo de livro, sobretudo quando há humor. beijo Chris

    ResponderExcluir
  6. Cris eu gostei de como esse livro foi parar nas mãos da Ans Luiza e fiquei mega curiosa pra ler. Já dei boas risadas c as regras q vc colocou aqui no post.
    Kisses

    ResponderExcluir
  7. Gostei do livro também amiga
    A Ana Luiza crescendo neh rss
    E surpreendendo
    Bjus
    Leteia Bispo – Segredos da Luma

    ResponderExcluir
  8. Querida Chris
    Aprendi outra regra consigo: ler pode ser um modo de arranjarmos tema para conversar com uma adolescente(que goste de ler).
    Obrigada pelas dicas.
    Beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
  9. Quem numca deu esses conselhos? Gostei da temática do livro.

    ResponderExcluir
  10. Xiii, eu conheço bem essas regras. Já ouvi e já passei pras amigas.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Viiiiiiiiiiiiiiiixi, eu descumpri todas essas regras! kkkkkkk

    Morri de rir. Eu já sou o contrário. Gosto de guardar a lembrança boa deles, ficar amiga se possível, pois faz parte de um passado quem com certeza teve muitas coisas boas! E guardo muitos presentinhos e cartinhas com carinho.

    Fiquei com vontade de ler. Acho que darei boas risadas. Lembrar da época teen também é muito bom.

    Bjoookas

    Beijokas

    Carol Rivera

    Blog da Carol Rivera

    ResponderExcluir
  12. Ô Chris que coisa linda! Isso traz recordações a todas nós.. e não só como adolescente, mas já na juventude e fase adulta onde sofria como uma garota de 16 anos.. é amiga.. amor não tem idade, sofrimento também não... rs.. Graças a Deus estacionei rsssss ...

    tudo faz parte.. e ler livros despretensiosos também...

    Gosto do seu modo de lidar com suas filhotas.. sempre querendo entrosar, estreitar os laços da cumplicidade - que acho muito importante - e manter a cabeça aberta para voltar atrás de um conceito, um pensamento... Gosto muito de ler vocês..

    Chris.. aproveitando o passeio por aqui, convido você e suas leitoras para dar uma passadinha no Bolhinhas e comemorar com a gente os 3 anos de muito amor do blog. Pra brindar o aniversário estou realizando um sorteio de livros infantis (olha só) e uma toalha do bolhinhas.. Vem participar!
    Será um prazer! www.bolhinhasdesabaoparamaria.com.br

    Beijos beijos

    ResponderExcluir
  13. A Ana Luiza está sempre lendo e isso é muito bom.

    ResponderExcluir
  14. Um bom livro para as adolescentes, gostei!
    Beijos!
    islary34.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei a historinha de como você conheceu o livro! E gostei das suas impressões e as da sua filha quanto a história. Enquanto estava lendo seu post, também reconheci muitas dicas que eu já tinha dado pras minhas amigas (e que eu não conseguiria seguir hehe). Esse livro é bem legal!
    Beijos!

    http://garotasquedizemli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo