segunda-feira, 19 de março de 2018

Museu e Centro Cultural Casa da Moeda do Brasil



No início deste mês de março foi inaugurado o Museu Casa da Moeda do Brasil, na Praça da República, bem em frente ao Campo de Santana.

Eu que já fico toda feliz a cada vez que um museu ou centro cultural é aberto, reaberto, ou valorizado, fui lá, na hora do almoço, dar uma conferida. 


O Museu da CMB tem como objetivo mostrar em salas de exposições fixas, o acervo da instituição, desde o início de suas atividades ainda nos tempos da Colônia, há mais de 300 anos. 

O Centro Cultural terá sala salas de exposições temporárias, salas multiuso (cinema, vídeo, teatro e conferências) e biblioteca. O projeto prevê, também, loja e um bistrô.

Por enquanto está pronta apenas a parte do museu.  

Logo na entrada nos deparamos com uma estátua representando o moedeiro e como era o processo de fabricação das moedas.


O primeiro elevador elétrico do Brasil todo em madeira. Ai que vontade de me deu de pintá-lo todo colorido...


Um primeira sala mostrando o processo de restauração desse palacete histórico e algumas peças que foram encontradas durante as escavações.


Na segunda sala, onde está o acervo da casa da Moeda em si, logo na entrada, fantasias de mestre-sala e porta-bandeira da Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense.

Mas por que estas fantasias estão ali? O que tem a ver com o museu e seu acervo?

Neste ano de 2018 comemora-se os 200 anos da museologia no Brasil e a Imperatriz Leopoldinense destacou esse tema no seu enredo. Como foi Maria Leopoldina que inspirou a criação do primeiro museu no Brasil, o Museu Real, Pedo I e Maria Leopoldina foram representados no desfile da escola no casal de mestre-sala e porta-bandeira.



Seguindo neste sala encontramos diversas medalhas


e moedas comemorativas de datas importantes, eventos marcantes e pessoas de destaque.


Instrumentos que mostram o processo de confecção das moedas e medalhas. Assim como documentos e fotos.


A terceira sala é destinada a exposições temporárias. Foi inaugurada com uma exposição bem colorida e alegre, do Romero Brito.  


Na saída tem esta cúpula com as medalhas olímpicas dos Jogos Olímpicos do Rio2016.


A parte referente ao centro cultural ainda está com as obras em andamento. Mesmo o museu ainda não estando completo já valeu a pena pela restauração desse palacete de fachada amarela que já abrigou várias instituições históricas importantes.

Foi, no século XIX, sede do Museu Real (atual Museu Nacional), primeiro museu do Brasil. No século XX abrigou o Arquivo Público. 

Este palacete de seis mil metros quadrados, cheio de história, estava há duas décadas abandonado, sob a ação do tempo, apenas enfeiando o cenário da cidade. Mas depois de seis anos de obras finalmente terá um uso melhor e o público poderá usufruir.

Durante a minha visita fui recebida pelo inspetor J.Santos, o federal, que trabalha na instituição há mais de 30 anos. Fiquei contagiada com a felicidade dele em receber visitantes no museu, em fazer eu me sentir bem ali, mostrar as coisas e contar a história. Inclusive a dele que morou no prédio por quatro anos durante as obras, que é tão apaixonado pelo local que tatuou o brasão da Casa da Moeda no peito. 

A visita foi rápida, no máximo 30 minutos. Se está passando por ali vale a pena entrar para conhecer mais da história deste espaço, dar uma olhada no acervo e incentivar iniciativas como esta.

Torço para que o centro cultural seja logo entregue, o bistrô esteja funcionando, exposições interessantes entrem em cartaz e que o museu seja valorizado pelo público. 

Serviço:
Museu e Centro Cultural da Casa da Moeda do Brasil
Pç. da República, 26
Rio de Janeiro, RJ
20211-351
Brasil


Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

6 comentários:

  1. Excelente!Estive na inauguração e pude confirmar que a reforma foi em espetáculo, o prédio estava fechado a 30 anos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giovane, muito obrigada pela visita e comentário. Era um desperdício um prédio tão bonito e tão cheio de histórias fechado e se degradando daquele jeito. A reforma ficou muito boa mesmo.

      Excluir
  2. Chris adoro acompanhar seus passeios pelos post, "conheço" cada lugar incrivel junto com vc

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Chris, adorei conhecer um pouquinho! A sala com as medalhas é linda.
    Obrigada por dividir esses lugares legais com a gente também.

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Que bom que foi reformado. Mais um lugar para minha lista quando eu for ao RJ

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo