sexta-feira, 10 de maio de 2019

Filme "A Espiã Vermelha"


Sabe aquele filme que você sai do cinema surpreendida positivamente com a história e se vê a todo momento pensando nele? Foi assim que eu fiquei depois de assistir "A Espiã Vermelha", que estreia dia 14 de maio, em uma exibição para a imprensa.



A "Espiã Vermelha" é uma mistura de história e ficção. Baseado no romance de Jennie Rooney, inspirado na história real da agente britânica da KGB, Melita Norwood.

O filme conta a história de Joan Stanley (Judi Dench) uma senhora de 80 anos no anos 2000 que é retirada de sua casa pela polícia para ser interrogada sob a acusação de espionagem. Sim, aquela senhora frágil, aparentemente cansada do mundo, conhecida pela vizinhança, bibliotecária aposentada, mãe e avó, estava sendo acusada de ser espiã da KGB na época da Segunda Guerra Mundial. Não dá para acreditar. Só pode ser algum engano.

A partir daí, quando Joan começa a ser interrogada por seus crimes é que nós espectadores e o filho advogado (Ben Miles) começamos a conhecer legado, os segredos e a vida cheia de emoções de Joan.

O filme vai do ano 2000, época atual da história, para 1938 através das lembranças de Joan.

Tudo começa quando ela ingressa em Cambridge para estudar Física. Lá conhece a charmosa Sonya (Tereza Srbova) e o primo sedutor Leo (Tom Hughes), dois russo ativistas do Partido Comunista. Joan, mesmo não sendo adepta do comunismo, se encantou com o mundo envolvente, arriscado, aventureiro, emocionante, apresentado pelos primos.

Joan acaba conseguindo uma vaga em um empresa de fachada que desenvolve projetos bélicos. E ali conhece o cientista Max (Stephen Campbell Moore), chefe da equipe científica acima mencionada. A proximidade dos dois e os interesses em comum faz com que Joan fique divida entre seu romance quente e arriscado com Leo, o comunista de espírito livre, e o sentimento mais profundo e de cumplicidade com Max, o cientista inteligente e protetor.

Durante a corrida por armas atômicas, Com a Inglaterra completamente envolvida na Segunda Guerra Mundial, Joan se vê em outro dilema.

É através de suas lembranças que ela nos mostra como atuou como espiã do Governo de Stalin no Reino Unido, deixando a nós e ao seu filho surpresos, incrédulos e até com uma ponta de inveja de uma vida tão intensa e instigante.

Logo no início a Joan jovem (Sophie Cookson) parece inocente e ingênua, mas sempre com brilho nos olhos. À medida que a história avança, Joan vai mostrando a sua inteligência e sua determinação. Conforme a confiança em si mesma cresce, ela vai mostrando que faz valer a própria vontade. Ela tem a sua lógica, sua motivação e convicção de que estava fazendo algo que precisava ser feito e que valia os riscos.

Não, ela não era um rostinho bonito manipulado pela paixão. Era um mulher inteligente, observadora, atenta, que entendia todas as ramificações do cenário que estava envolvida. Usou quem ela quis, driblou tantos outros. E mostrou que o grande diferencial da mulher é que além raciocínio lógico sabe "pensar com o coração e não com a razão" na hora em que isso se faz necessário.
A crítica não anda falando bem do filme. Mas eu, que não sou crítica, sou uma espectadora que gosta de uma boa história que me faça me sentir na pele do outro, adorei.


Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

20 comentários:

  1. Este é o meu tipo de filme!!
    Beijinhos e bom fim de semana.
    http://www.opecadomoraemcasa.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme é muito bom. Eu quero até rever.
      beijos
      Chris

      Excluir
  2. Respostas
    1. Isa, ele estreou essa semana que passou. Está recente no cinema.
      beijos
      Chris

      Excluir
  3. Parece ser bem bom! Não assisti! Que teu dia das mães seja lindo e cheio de carinhos! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Chica, muito obrigada. Meu Dia das Mães foi sim cheio de carinho. Espero que o seu também tenha sido.
      beijos
      Chris

      Excluir
  4. Olá Chris, esse filme parece ser bom. Eu quero ver quando estrear.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Hanna,
      Esse filme é mesmo muito bom. Eu até quero assistir novamente. Vou com o marido.
      beijos
      Chris

      Excluir
  5. É o tipo de filme que gosto muito.

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.blog/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliana, o filme é mesmo muito bom. Vale a pena assistir.
      beijos
      Chris

      Excluir
  6. Oi
    Sou apaixonada por filme e gostei muito da sua dica e da resenha, com certeza vou assistir e vou passar essa dica para o meu sogro também, ele gosto de filme com esse tema de espionagem.
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa | Facebook | Twitter | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Renata, espero que vocês gostem. Muito legal você lembrar do seu sogro.
      beijos
      Chris

      Excluir
  7. Esse seria o tipo de filme que eu adoraria ver. Gosto dessa temática.
    XOXO

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Marisa, eu também gosto dessa temática. E o filme a desenvolve muito bem.
      beijos
      Chris

      Excluir
  8. Respostas
    1. Oi Lulu,
      eu achei muito interessante e me surpreendeu.
      beijos
      Chris

      Excluir
  9. Não sabia desse filme, mas achei a história bem interessante. Já quero assistir!

    https://www.biigthais.com

    Bwijoos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Thais, se tiver a oportunidade, assiste sim. É muito bom. E depois conta o que você achou, tá?
      beijos
      Chris

      Excluir
  10. Ainda não tinha ouvido falar do filme, amei sua resenha e dica.
    Já anotei aqui na minha lista para assistir, tomara que estreie logo!
    Agora com esse friozinho com um chimarrão e umas pipocas, assistir esse filme é tudo de bom!

    Bjinhos,
    www.prosaamiga.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Marisa, filme no friozinho é tudo de bom. Aqui vamos de pipoca, mas com refri mesmo. Chimarrão é mais saudável, né?
      beijos
      Chris

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo