sexta-feira, 3 de julho de 2020

5 Destinos que eu quero voltar!


A saudade de viajar está grande. E o saudosismo tem sido outro sentimento potencializado nesse isolamento. Enquanto no podemos viajar sonhamos com as que faremos quando tudo isso acabar e voltamos ao passado relembrando e revisitando as viagens já feitas e sua histórias. 

Um post que eu sempre tive vontade de fazer era esse: o que mostrava os lugares que eu já viajei e que gostaria de voltar com as minhas filhas. Até que vi no blog "Pequena Jornalista", da Carol Daxium, o post "5 destinos que voltaria hoje mesmo!" e me inspirei. 

Na verdade eu sou daquelas que tem tanto, mas tanto lugar que quero conhecer que acho meio desperdício retornar a algum já visitado. Mas volto sim. Já retornei em alguns e retornaria mais uma vez. 

Principalmente esses que foram inesquecíveis e que quero repetir com as minhas filhas. Quero experimentar e compartilhar com elas.

Fernando de Noronha 

Estive nesse paraíso na terra por duas vezes. Na primeira passei 10 dias e foquei em mergulhar. Mergulhei praticamente todos os dias. E conheci toda a ilha. Todas as praias. Tive tempo para escolher algumas para simplesmente curtir o dia. Conheci pessoas locais, moradores da ilha, e fiz programa com eles. Visitei o projeto TAMAR. Vi o pôr do sol no Boldró (point da época). Não comi o famoso tubalhau porque o único lugar que vendia a iguaria estava fechado. Fiz loucuras, como subir o Morro do Pico (que já era proibido). Dancei forró. Comi o melhor aipim frito da vida. O aipim que a mãe do Chico plantava, colhido na hora e direto para a frigideira de óleo quente. Dancei forró. Vi a cena em aeroporto mais esdrúxula da vida, de filmes, de contos, de anetodas, etc.: um funcionário correndo pela pista, latindo para espantar as cabras e assim o avião poder aterrissar. Fui embora querendo ficar.

Voltei. Passei mais sete dias. Não mergulhei. Fiz passeio de barco. Vi golfinhos. Assisti ao pôr do sol no Cachorro (point da época). Entrei na água para um mergulho e nadei com tubarão "do bem" ao meu lado,bem ali na altura do joelho. Dancei forró. Comi lagosta em casa de pescador. Aluguei um bugre em que as nossas cabeças ficam acima do para-brisa. Dei a volta em toda a ilha. Fiz menos loucuras. Assisti as palestras no Projeto TAMAR. Adotei uma tartaruga (não trouxe pra casa, é claro. Uma adoção para ajudar a manutenção do projeto.). Fui embora querendo voltar.

Não encontrei as minhas fotos de nem um das duas idas a Fernando de Noronha. A única que sobrou foi essa do banho de balde. A ilha estava sem água e tínhamos apenas um balde por dia para nosso uso. Nas duas vezes em que visitei Fernando de Noronha a infraestrutura ainda era bem rústica. Não tinha pousadas de luxo, nem restaurantes. As pousadas era casas de moradores adaptadas para receber hóspedes. Os restaurantes eram nas varandas de moradores. E esse era o grande charme daquele paraíso. Ia além da beleza da natureza. Quero voltar. Quero muito ir com as minhas filhas. Mas tenho receio de não ter mais o encantamento do rústico e das vivências e histórias que ele proporciona. 



O que seria passar cinco dias dentro de um barco com mais 11 pessoas (9 amigos, 1 marinheiro que cozinhava maravilhosamente bem, 1 dono do barco e instrutor de mergulho), no meio do mar, com apenas cinco pequenas ilhas desabitadas ao redor?! Seria tempo demais? Não! Foi tempo de menos para esse paraíso.

Acordei como sal nascendo. Fiz todas as refeições no barco. Nadei com peixes e tartarugas. Vi corais. Caminhei em duas ilhas. Curti a natureza. Tomei banho no barco. Acordar, comer, ir para a água, voltar para almoçar, voltar para a água, voltar para o barco, apreciar a natureza, ver o pôr do sol, retornar para a água (mergulhar à noite é lindo), voltar pro barco, tomar banho, jantar, dormir, acordar com o sol. Pode parecer uma rotina repetitiva, mas os dias passavam voando. Os cinco dias passaram rapidamente. Voltei para a terra querendo mais mar. Sonhando com mais dias de sonho.


Chapada da Diamantina

Eu sei que o Brasil tem outras chapadas belíssimas e que merecem a visita. Mas a Chapada da Diamantina é deslumbrante. É inesquecível. Nunca senti o poder e a grandeza da natureza de forma tão intensa quanto na Chapada.

Fio uma viagem inesperada e sem planejamento. Estava em Morro de São Paulo e a ideia era ficar por lá um bom tempo. Depois seguir para Barra Grande e Itacaré. Os planos mudaram quando eu estava na Quarta Praia em Morro e apareceu um cara oferecendo voo de asa delta com motor. Topei. Mais alguém que estava por ali também aceitou a aventura. O meu companheiro de aventura estava em lua de mel com a mulher. Depois do voo de cada um ficamos na praia, conversamos, falamos de viagens, fizemos aquela amizade instantânea que só se faz em viagens. Eles iram no dia seguinte para a Chapada. Estavam de carro. Ofereceram carona. Eu não queria ser uma intrusa na lua de mel do casal. Eles insistiram. Ofereceram carona de volta para Morro de São Paulo. Não resisti. Aceitei. Mudei o rumo. Mudei o destino. Foi coisa do destino.

Me deslumbrei com o pôr do sol no Morro do Pai Inácio, a Pratinha, o Rio Roncador, a Cachoeira da Fumaça (que estava com pouquíssima água, mas mesmo assim provoca sensações pela altura), o Poço Azul, Poço Encantado, a cidade de Lençóis, as cachoeiras, o vale e os morros. Um deslumbre.

Cheguei sem esperar, sem expectativas. Saí sem querer, surpreendida. 



Aix en Provence

Ville d'Eau, Ville d'Art. Passei três meses em Aix, que é a capital do Condado da Provance, no Sul da França. Uma região linda. Aix é especialmente linda. Aconchegante. Respira juventude com suas diversas universidades. Respira arte com a sua história. Respira energia com as suas fontes. 

Equilibra tranquilidade com agitação, modernismo com tradição. Tem cultura, tem arte, tem feiras, tem gastronomia, tem charme, tem fontes. É impossível dissociar a cidade de Aix-en-Provence de suas fontes e centenas de fontes. Cada praça, cada esquina, cada rua estreita revela uma joia de fonte.

E tem todos os arredores da Provence que é encantador. Deixei Aix com sensação de saudade. Com medo de nunca mais voltar. Quero voltar. Quero andar novamente naquelas ruas, me deparar com as fontes. Quero descer a Cours Mirabeau, avistar a Rotonde, sentar em um dos muitos cafés. Quero explorar a Vieille Villea andando sem rumo por suas ruazinhas apertadas abertas as surpresas que elas me reservam. Visitar o atelier de Cézanne, passear pelas muitas praças e igrejas. E claro ir em uma das muitas feiras que acontecem por lá.



Portugal

Passei apenas uma semana em Lisboa e me encantei. Me deslumbrei. Além de conhecer Lisboa, fiz vários passeios de vai e volta. Sintra, Cascais, Óbidos, Nazaré, Batalha, Fátima, Coimbra. Cada local com seu encantamento. Quero voltar. Quero passar um mês em Portugal. Quero muito retornar em alguns lugares que fui e ir a outros ainda não visitados. 



Enquanto não posso viajar por aqui, por aí, por ali, por qualquer lugar, viajo nas viagens que já fiz. Nas memórias que já criei, nas histórias que já acumulei, nas lembranças que tenho e nas emoções que senti.

Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

30 comentários:

  1. Não consegui ler nada. Fiquei com os olhos "presos na lindíssima... Chris
    .
    Cumprimentos poéticos

    ResponderExcluir
  2. Chris!! Fiquei tão feliz que o meu post te inspirou. ♥ Quanta lembrança boa, né? E volta sim, que vale a pena. A gente sempre vai ter novos olhares para esses lugares. Mas claro que aproveitar novos destinos é incrível também. :) Achei o máximo a foto do balde e apesar de não ser de praia, acho que gostaria de conhecer Fernando de Noronha. E Portugal: quero muito conhecer! Só passei uma noite lá porque o voo foi cancelado e me apaixonei completamente. E espero que em breve a gente possa viajar novamente. Mas enquanto isso, eu fico por aqui viajando nas minhas e nas suas viagens. Amei o post! ♥

    Beijos, Carol
    www.pequenajornalista.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Carol, eu também fico bem feliz quando algum post meu inspira alguém. É legal, né?
      beijos
      Chris

      Excluir
  3. Viajar é tão bom, né? Apesar de saber que ainda tem tanto lugar incrível para se visitar, não acho desperdício voltar para algum que eu tenha gostado tanto. No meu caso, voltaria para Natal - RN, acho um paraíso incrível e calmo. Das suas viagens, uma que eu faria certamente, seria Abrolhos. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hanna, viajar é bom demais. Vale sim voltar a lugares que gostamos muito. Muito mais retornar com quem amamos e viver outro tipo de experiência.
      Eu também amo Natal. Já fui duas vezes, mas voltaria tranquilamente. Queria passar um tempo em Pipa.
      beijos
      Chris

      Excluir
  4. Cada vez fica mais difícil sair para algum lado!!
    .
    Deambulo no baú dos sentimentos ...

    Beijo e uma excelente Sexta Feira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Cidalia, está sim. Aqui está muito difícil por não ter sido feito o isolamento com responsabilidade. Mas, mais cedo ou mais tarde, isso vai passar.
      beijos
      Chris

      Excluir
  5. Gostei imenso deste seu post. Eu gostava muito de conhecer o Brasil, mas vocês pode conhecer um pouco de Portugal lá no meu blog.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Nunca viajei para fora do Rio por lazer, nem o Rio inteiro conheço kkkk, mas adoraria conhecer boa parte dos citados, principalmente Chapada pq li um livro bem legal que se passa lá.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Nana, tem muita coisa boa para conhecer no Rio e viajar e turistar na própria cidade é bom demais.
      beijos
      Chris

      Excluir
  7. Oi Chris,
    Destes eu só conheço Portugal, mas assim que a pandemia passar quero começar a viajar pelo Brasil.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Betty, eu também quero viajar pelo Brasil. Ah... tem tanto lugar que eu quero ir...
      beijos
      Chris

      Excluir
  8. hola, la foto en ese cubo rojo es muy graciosa, yo estoy deseando volver a viajar, pero de momento nos toca viajar por nuestros paises.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também estou louca para voltar a viajar. Mas somente quando isso tiver passado. Aqui ainda não podemos viajar nem internamente.
      beijos
      Chris

      Excluir
  9. nossa quantos lugares incriveis vc já visitou, quero ir pra vários desses pela primeira vez, e de onde já fui quero mt voltar pra região dos lagos ai do Rio, principalmente Arraial do Cabo

    www.tofucolorido.com.br
    insta: @liviaalli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia, a Região dos Lagos é muito linda mesmo. Eu morei em Cabo Frio, a minha mãe ainda mora lá. Vale muito a pena coltar várias vezes.
      beijos
      Chris

      Excluir
  10. Que lugares lindos ! Nunca fui a nenhum deles.

    Ai que saudades de viajar mesmo né. Que saudade de fazer tanta coisa que a gente fazia e não dava valor.

    Beijo.

    | O Blog Que Não é Blog - Instagram |

    | Meu Instagram - @euannazanatta |

    | Neh Pucivi - Instagram de Memes |

    | O Blog Que Não é Blog |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna Lê, muito vontade de viajar... Até sonho com isso.
      beijos
      Chris

      Excluir
  11. Respostas
    1. Oi Gracinha, escolhas que me deixam saudosa.
      beijos
      Chris

      Excluir
  12. Também sou dessas que tem tantos lugares para visitar que quase não se vê refazendo passeios, mas é claro... sempre tem aquele lugarzinho inesquecível e que mora no nosso coração.
    Amei toda a sua visita rústica à Fernando de Noronha. Sem dúvida, acredito que hoje a ilha tem mais infraestrutura e também está mais cara para se visitar.
    Ahh e que lindos todos os outros lugares, realmente, todos tem uma carga de lembranças que devem novamente ser vividas.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leslie, tem vários lugares que eu fui quando eram bem rústicos que retornei depois com o tal progresso e achei que piorou, que perdeu o charme.
      beijos
      Chris

      Excluir
  13. que lugares lindos!!! beijos, pedrita
    http://mataharie007.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. sobre o filme respire eu concordo. mas acho que não só a mãe não fazia nada como a escola. alguém, e a gente imagina quem, escrevia ofensas absurdas sistemáticas a mesma aluna. e a escola não faz nada. não dá apoio psicológico, não promete debates e conversas coletivas. assustador.

    ResponderExcluir
  15. Eu vivo em Portugal,sou portuguesa de alma e coração,adoro o meu lindo Portugal,espero que faças bons passeios,tanto por aí como por todos os lados que tu adoras passear!! Desejo-te um feliz e abençoado mês de Julho,muita alegria,muita paz e imensa saúde para ti,muitos beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Teresinha, quero muito voltar a Portugal e conhecer melhor. Achei lindo quando fui.
      Muito obrigada, uma ótima semana para você;
      beijos
      Chris

      Excluir
    2. Sim,sim,Portugal é lindo e maravilhoso!! De nada,não tens que agradecer!! Muitos beijinhos!!

      Excluir
  16. Todos maravilhosos, com certeza valeria muito voltar com as meninas!
    Amei as fotos e texto, assim a gente viaja um cadinho também. bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo