segunda-feira, 3 de junho de 2019

Filme Rocketman


Sabe daqueles filmes que você fica fazendo contagem regressiva para a estreia? Eu estava assim com "Rocketman".

Aí eu fui convidada para a cabine de imprensa que seria dois dias antes da estreia. E o coração bateu forte. A ansiedade formigou no meu corpo. Mas eu não poderia ir porque o horário entrava em conflito com o horário de trabalho. Não tem problema, eu aguentaria mais dois dias. E a minha amiga que agora escreve no @cineeilumine poderia ir me representando. Fique mais tranquila, uma sensação do tipo eu veria um pouco do filme através do ponto de vista dela.


Assim que a Márica saiu da cabine já tinha mensagem minha com a pergunta: E aí? Como foi? A minha amiga foi sucinta: maravilhoso! Pronto! Liguei o cronometro em contagem regressiva para a estreia. Quando eu ia comprar os ingressos o meu marido me pede para esperar o final de semana para irmos juntos. Tudo bem. Eu aguento segurar a curiosidade por mais dois dias. Aí a minha filha me pede para irmos somente no domingo. Sério isso? Volto eu a esperar. E finalmente compro os ingressos, caminhamos até o cinema, compramos a pipoca, entramos na sala, as luzes se apagam, o filme começa. E eu me surpreendo. Descubro que a minha amiga foi sucinta e comedida. O filme é muito maravilhoso. Maravilhosíssimo! 

O longa conta, através do processo de reabilitação, a história de vida do lendário cantor Elton John, que eu tive a oportunidade de assistir nos dois Rock in Rio em que ele esteve presente, desde a infância até ficar livre da dependência química. 

Para mostrar esse recorte da vida do famoso Elton John, a película inicia pela descoberta do talento do menino prodígio Reginald Dwight (nome verdadeiro), passando pela infância difícil em uma família problemática, o início da carreira do garoto inocente e tímido, a sucesso estrondoso, a ligação com pessoas abusivas e aproveitadoras, o envolvimento com drogas, e a luta em busca da recuperação. Mostra toda a dificuldade que existe por trás do glamour e da fama. Apresenta o ser humano que está por trás do astro de sucesso.

Assistindo a essa parte da vida do músico entendemos como ele chegou ao fundo do poço. Consequências de uma família desestruturada, da negligência, humilhação constante e falta de amor por parte dos pais. Da dificuldade de aceitação da própria sexualidade e do quanto o preconceito alheio pode tornar o processo mais doloroso. Das relações abusivas. 

Por outro lado teve o incentivo e apoio da avó e amizade do parceiro musical Bernie Taupin.

O filme é de uma sinceridade e sensibilidade incríveis. As músicas e a história se conectam perfeitamente. Os figurinos são belamente extravagantes como o próprio Elton sempre foi.  Os números musicais são coloridos e têm um toque de fantasia  que proporcionam cenas belíssimas.

Enfim, uma cinebiografia musical maravilhosa que faz jus ao talento e história de superação de Elton John. Um filme que brilha como o próprio Elton John.



Você pode me encontrar também
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

16 comentários:

  1. Respostas
    1. Isa, vale a pena. Está em cartaz nos cinemas.
      beijos
      Chris

      Excluir
  2. Ainda não tinha ouvido falar!
    Obrigado pela visita!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está em cartaz nos cinemas aqui do Brasil.
      beijos
      Chris

      Excluir
  3. Menina, eu amei esse filme e saí da sala de cinema querendo assistir novamente.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas Luiza. Aliás, adorei a sua ideia de fazer um post com a playlist do filme.
      beijos
      Chris

      Excluir
  4. Respostas
    1. Hi Jasmina,
      thank you for your visit. I enjoyed receiving someone from Servia here.

      Excluir
  5. Eu estou doida para assistir a esse filme, deve ser incrível mesmo!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Pathy, é muito bom. Vale a pena ver no cinema por causa das cenas dos shows.
      beijos
      Chris

      Excluir
  6. Ahhh ainda não consegui assistir, mas quero muito <3
    Deve estar maravilhoso demais

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clayci, é maravilho sim, eu achei. Muito bom ver a história dele, de tudo que enfrentou e de como se superou.
      beijos
      Chris

      Excluir
  7. Adorei a resenha. Parece ser um filme maravilhoso.
    Boa semana!

    Jovem Jornalista
    Fanpage
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma ótima semana pra você também. O filme é muito bom mesmo. Eu gostei demais.
      beijos
      Chris

      Excluir
  8. Oi Chris, fui ontem assistir com o filho, queria que ele visse a hist´ria de um dos ídolos de minha juventude.
    Adorei o filme, nos traz boas reflexões do quanto os fatores emocionais podem influenciar um comportamento por boa ou toda parte de uma vida. Quanto mais cedo encaramos nossos problemas, mais cedo nos livraremos deles.
    Apesar de ter gostado muito da voz do ator cantando, confesso que na minha cabeça a voz era do Elton, tanto é que hoje será minha trilha sonora, matar saudade dos tempos de LP em que os hits ficavam meses tocando nas paradas de sucesso.
    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dalva, eu também saí do filme querendo ouvir Elton John. Passei uns bons dias com a playlist tocando seus sucessos. Adorei a trilha sonora do filme.
      beijos
      Chris

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo