terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

A Parada da vez: Stand Up Paddle


O esporte está muito misturado com o lazer do carioca. Em quase toda a nossa programação de lazer está envolvido algum tipo de esporte. Tem a galera que tem a turma e esporte para chamar de seu, como o povo do surfe, a turma da rede de vôlei, a galera do beach tênis e muitos outros. Mas tem a turminha da minha linha que não é esportista, mas faz um programa com a amiga que é caminhar na praia, vai com a família andar no Jardim Botânico, tira o sábado de manhã para fazer a trilha do Parque Lage até o Cristo, leva as crianças para dar uma volta de bicicleta na Lagoa, aproveita a orla fechado no domingo para andar de patins e assim, em um simples passeio tá lá o esporte envolvido na causa.

Nessas férias a nossa diversão na praia ficou por conta do Standa Up Paddle. Eu já tinha brincado no pranchão uma vez ou outra, mas a Sofia descobriu e se encantou com o SUP nesse verão.


Chegou ali meio de fininho, cheia de curiosidade, fez uma breve aulinha:

- de como subir na prancha - deita de barriga, dá um impulso na água com as pernas, sobe mais um pouco com a barriga, joga a perna direita em cima da prancha, depois a outra até ficar deitada de bruços sobre a prancha. Aí ajoelha e vai.

- de segurança - o colete é fundamental; não caia, se jogue; mantenha a distância segura do outro remador; reme acompanhado e em local conhecido.


- de como remar - observe o centro da prancha (bem ali na mão esquerda do instrutor), ajoelhe-se nessa nessa direção, alinhe os pés lado a lado com a distância equivalente à dos ombros, fique em pé com os joelhos levemente flexionados, mantenha o corpo reto. A mão do lado da remada sempre fica em baixo no remo. Ou seja, quando rema à direita a mão direita segura o remo em baixo e a mão esquerda em cima. Ao trocar o lado da remada troca o posicionamento das mãos.


Preparadas? Então bora pro mar com poucas ondas, pouco vento e um visual incrível.


Já nos primeiros minutos de prática, a criança já estava remando de pé e curtindo muito.


O SUP, apesar de ser muito fácil e poder ser praticado por crianças a partir de oito anos (essa é a idade mínima para alugar a prancha no Arpoador) e adultos de todas as idades, sem necessidade de um condicionamento físico prévio (é importante saber nadar, é claro) exige um trabalho de equilíbrio constante. Para manter o equilíbrio é necessário manter as pernas e o abdômen contraídos, exigindo assim um trabalho de todo o corpo, pés, pernas, abdômen e braços.

Taí um esporte que a gente pratica sem perceber que está se exercitando. É puro lazer com uma deliciosa integração com a natureza.
A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

6 comentários:

  1. Aqui próximo tem um clube do remo e fomos conhece-lo, lugar lindo e bem legal!Eu me aventurei no SUP e fui direitinho!!Uma delícia!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. To doida para fazer... exercício de equilibrio!!
    beijao
    Lele

    ResponderExcluir
  3. Que demais ..Passamos o último fds de Janeiro na praia e tbm tinha algumas pessoas fazendo

    Bjs Mi Gobbato - Espaço das Mamães
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Aí que delicia!!!!!!! Quero morar perto da praia 😍😍😍😍😘

    ResponderExcluir
  5. Também adorei o SUP Chris, fiz a primeira vez no Poço Encantado, na Chapada dos Veadeiros, e agora onde vou e tem, sou a primeira da fila...Beijos!
    www.viajarhei.com

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo