terça-feira, 21 de junho de 2016

Primeira vez em um Hostel - Brazilodge em São Paulo


Essa foi a nossa primeira experiência de hospedagem em um hostel, minha e da Ana Luiza.

Fomos a São Paulo para ver o musical "Wicked" e quisemos fazer a viagem da forma mais econômica possível e incluir, também, alguma novidade e histórias para contar. E começamos pelo hostel como opção de hospedagem.

Eu, na minha época de viagens com amigas, não encarei ficar em um albergue. É, o albergue de ontem, ganhou um certo glamour e ficou mais conhecido como hostel. Acontece que há algum tempo atrás (não preciso dizer quanto) os albergues aqui no Brasil eram algo mais alternativo do que os hostels, eram mais cheios de lendas e histórias de adrenalina, digamos assim.

Mas, daqui a pouco, a Ana Luiza vai colocar a mochila nas costas e começar a fazer as viagens com as amigas, então eu quis mostrá-la o que pode ser uma boa estadia em hostel.

Então primeiramente o que são hostels?
- Os hostels ou albergues são lugares com hospedagens a preços razoáveis, mais econômicos, que oferecem quartos compartilhados e quartos privados.
- Costumam ser bem localizados e por serem, na maioria, de proprietários independentes ficam em construções bem legais, no estilo casa antiga ou até em prédios mais notáveis (eu me lembro de um hostel em Natal que parecia um castelo, o Lua Cheia - Hostel da Bruxinha). 
- O ambiente é mais descontraído, pois é a escolha de hospedagem de muitos jovens por causa dos bons preços e da oportunidade de fazer amizades.
- Possuem quartos compartilhados para quem quer mais economia. Mas a maioria oferece quartos privados com banheiros.
- A maioria disponibiliza a cozinha para os hóspedes cozinharem sua própria comida (faz parte da economia). Outros possuem bares e restaurantes que algumas vezes são até abertos ao público.
- Alguns albergues têm toque de recolher. Apesar de ser cada vez mais raro é sempre bom conferir. 
- Por ser um ambiente voltado para jovens e com o foco de fazer amizades, rolam festas em muitos deles. É sempre bom verificar a programação e ficar de olho no seu estilo. Tem alguns hostels que são mais balada e outros que são mais tranquilidade.
- Por ser uma hospedagem econômica não tem as mesmas regalias de hotel, sendo mais no estilo "faça você mesmo". Ou seja, não tem ninguém para carregar a sua mala e em alguns é você mesmo que arruma a sua cama.

Sabendo o que são hostels e o que se esperar procuramos o nosso focando na localização, preço e ambiente descontraído, mas não festeiro demais. 

Depois de verificar alguns, ficamos com a dica da amiga paulista Adriana, do Materniarte, e fizemos a nossa reserva no Brazilodge

Assim que chegamos já ficamos encantadas com a recepção mais calorosa e descontraída do que em hotéis e o ambiente descolado.

Hostel em São Paulo

Já me apaixonei pela sala de estar na recepção.

Como é ficar em hostel

A decoração faz a gente se sentir na casa de um amigo viajante.

Hostel Brazilodge em São Paulo

Pegamos a nossa chave e fomos conhecer o nosso quarto achando o caminho bem agradável. Muito bom estar em São Paulo e não estar em um prédio enorme, mas sim em uma casa.

Dica de Hostel em São Paulo

Optamos pelo quarto duplo. A princípio eu queria um quarto compartilhado, mas depois achei melhor não provocar um possível baque de ficar em um quarto compartilhado com pessoas desconhecidas, com horários diferentes. Por um lado eu queria mostrar à Ana Luiza que para compartilhar quarto é preciso ter muito respeito com o outro, saber dividir o espaço comum e ter consciência e respeitar os horários de descanso dos ouros. Mas acontece que nem todo mundo tem esse respeito e bom senso necessários para se conviver bem em um quarto compartilhado, então eu resolvi não arriscar nessa primeira vez (deixa isso para quando ela estiver com as amigas e mais no clima "topa tudo") e optei pelo quarto só para nós duas, mesmo o quarto compartilhado tendo as suas vantagens.

Qual a vantagem de um quarto compartilhado? Conhecer pessoas de lugares diferentes, com costumes diferentes, línguas diferentes, poder praticar o inglês, e aprender mais sobre respeito. Mas fazer amizades em hostel é bem fácil, não precisa ser somente dentro do quarto. Então, por enquanto, confirmamos a nossa escolha individual.

No Brazilodge tem opção de quarto compartilhado para oito e quatro pessoas, separados em público feminino e masculino. Tem opção de quarto triplo e duplo.

Gostamos da decoração, do tamanho e do conforto do nosso quarto. E ainda a delicadeza de sermos recebidas com um bombom.


Hostel Brazilodge em São Paulo


Ah, para o serviço de quarto, no Brazilodge, não rola o estilo "faça você mesmo". Eles arrumam os quartos, limpam e trocam as toalhas quando necessário.

O banheiro era bem amplo e bem arrumado. Tudo bonito e muito limpo.

Hostel Brazilodge em São Paulo

Hostel é um local para socializar e o nosso tinha uma área de convivência bem legal com mesa de sinuca e TV.

Dica de hostel na Vila Mariana

E um quadro de avisos com dicas de passeios em Sampa. Foi aí que pegamos a dica do Beco do Batman.

Hostel bem localizado em São Paulo

A cozinha era bem ampla e equipada e fica disponível para os hóspedes utilizarem. E não é que a Ana Luiza quis que cozinhássemos o nosso jantar? Com tanto restaurante maravilhoso em São Paulo, lá fomos nós para a cozinha a 1 hora da madrugada depois de assistirmos o musical "Wicked". 

Só digo uma coisa: foi muito, mas muito melhor do que termos ido a um restaurante. 

Compramos umas massas no Eataly, um ravióli de carne para mim e um ravióli de búfala e basil para a Ana Luiza, um queijo finlandês ralado (Danbo A Lenda), presunto de parma e manteiga. E assim fizemos o nosso jantar delicioso e mais barato do que no restaurante. 

Como o hostel é no estilo "faça você mesmo", é importante lavar e guardar toda a louça e utensílios utilizados. Senão rola uma multa.

Hostel Brazilodge em São Paulo

Pela manhã o café é bem servido com tudo que temos em uma pousada ou hotel sem ser de luxo. No final a gente leva a nossa louça até a cozinha. 

Hostel Brazilodge em São Paulo

Mesmo o check-out sendo às 12 horas é permitido deixar as malas no hostel e até utilizar as dependências se for necessário. Nós deixamos a nossa mala por lá e fomos ao Templo Zu Lai, em Cotia, e depois fomos dar um rolé no Beco do Batman, na Vila Madalena.

Adoramos a nossa primeira experiência em um hostel e recomendamos.

Serviço:

No Brazilodge tem:
- Recepção 24 Horas Todos os Dias;
- Wi-Fi nos Quartos e Áreas Sociais (mesmo assim eu não resisti em ligar para a Sofia pelo telefone amarelo de discar. Um charme);
- Limpeza de Quarto Diária;
- Ar-condicionado em Todos os Ambientes;

Localizado:
- Rua Rio Grande, 167, na Vila Mariana
- Telefone:(11) 2362-6495

Na Rua Rio Grande tem alguns restaurantes bem legais. Eu fui no Sacra Rolha tomar um vinho com a Adriana e no Dona Preciosa almoçar com a Ana Luiza. Todos os dois muito bons. Tem uma loja do Amor aos Pedaços e uma barraquinha de tapioca e churros maravilhosa. E ainda fica ao lado da boêmia Rua Joaquim Távora com seus bares e restaurantes. 


A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

12 comentários:

  1. Amei o post, estou em uma produção que está tentando baratear o custo de hospedagem, mas todo mundo pensa que é igual aos albergues de antigamente então hostel não rola, rs Gostei de saber como funciona, para nós que saímos cedo e só chegamos por volta das 19hs me pareceu ótimo, além da descontração. Vou indicar o post para eles. Toda a minha família mora na Vila Mariana, e a Joaquim Távora foi praticamente o meu quinta durante minha juventude. Quando for de novo, experimente um restaurante, ou choperia, ou pizzaria da rua qualquer um vale a pena. Beijos
    Jussara

    ResponderExcluir
  2. Kkkkkk é tudo do lado de casa!!!!! Amei ter você aqui pertinho Chris!!!! Volta logo amiga

    ResponderExcluir
  3. Chris, adorei a dica. Hostel lindinho e super arrumado, muito bacana.
    Realmente quarto compartilhado é uma ótima oportunidade para ensinar/ praticar o respeito. Tive uma experiência ruim com quarto compartilhado justamente por isso, acendiam a luz de madrugada, falavam alto... foi péssimo.
    Mas adorei a sua experiência e certamente vou considerar esse hostel em uma próxima oportunidade.
    Beijos,
    Karla

    ResponderExcluir
  4. Uaaaaau, amei!!!
    Já tô anotando dicas...tenho família em São Paulo mas se um dia for com meus amigos acho q rolaria ficar num Hostel!
    Gostei bastante msm, é bem aconchegante né?!

    Bjooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ótima dica Chris! Ficamos em um hostel em Curitiba e amamos. Achei econômico e familiar. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Chris, primeiro: que bacana essa experiência mãe e filha! Segundo: o lugar parece super agradável e confortável. Bom quando podemos ompartilhat dicas boas e viáveis financeiramente. Adorei!

    ResponderExcluir
  7. Chris,que bacana essa experiência. Muito legal mesmo.
    Agora o local é um espetáculo! Adorei!

    ResponderExcluir
  8. Poxa Chris, que bacana. Ótima dica pra gente que mora longe e as vezes acaba deixando de viajar por conta dos preços das estadias.
    Amei o colorido jovial dos espaços que vc mostrou.

    ResponderExcluir
  9. Nossa, amei o post pois serviu para desmistificar a ideia que eu tinha deste tipo de hospedagem. Fiquei encantada. Quem sabe num futuro próximo, quando a Melissa for mais velha, eu não utilizo os serviços de hostel

    ResponderExcluir
  10. Que legal!!
    Adorei! Uma viagem economica e super charmosa!!!
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir
  11. Que lugar legal! Irei indicar para amigos quando vierem à São Paulo! :)
    Beijos, Laura
    www.maede2.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adorei o passeio Cris, eu não sabia o que era um Hostel, mas agora estou louca para ter uma experiência igual a sua!
    Adorei o post!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo