quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Mulheres em Sintonia - Vivendo In Sync - Activia


Nesta semana, no evento da Activia, eu tive a oportunidade de conhecer e aprender muito com duas histórias incríveis de duas mulheres empreendedoras de sucesso. Dois exemplos de que com determinação, coragem e paixão não existe o impossível.

Zica Assis e  Ana Lúcia - Foto Ana Colla




Para entender por que cheguei nessas duas lindas, vou contar primeiro do evento que a Activia promoveu no Rio, para ser mais específica, no belíssimo Mar - Museu de Arte do Rio.

O evento tinha o objetivo de lançar a nova campanha de reposicionamento mundial da marca. Neste novo posicionamento a Activia foi além, muito além, da característica funcional e buscou uma conexão mais emocional com as mulheres. Para isso mudou a embalagem tornando-a mais feminina, deu um toque premium usando mais o dourado na cartela de cores, reformulou o logo abandonando a setinha para baixo e trazendo uma imagem que representa a sintonia entre corpo e mente. Mudou por fora e mudou por dentro também. A fórmula ganhou mais pedaços, novos sabores, uma linha light para atender a demanda das consumidoras e uma linha de café da manhã.

Toda a nova ação é focada na sintonia entre corpo e mente para assim a mulher poder dar o melhor de si. Viver em sintonia para alcançar o máximo de si mesma. É isso que todas nós queremos.


Para ilustrar o que é Viver In Sync, a Activia levou duas mulheres fascinantes, com exemplos de vida incríveis e totalmente inspiradoras:




Zica Assis, do Instituto Beleza Natural, ex-empregada doméstica está em lista da Revista Forbes entre as ‘10 Mulheres de Negócios Mais Poderosas do Brasil’.




Eu me emocionei com a história de vida da Zica que ela conta com uma energia positiva de se admirar. Zica quando criança era dona de uma cabeleira balck power que ela amava e lhe dava prêmios em concurso de cabelos. Com nove anos ela precisou trabalhar para ajudar no sustento da casa. Foi aí que por exigência e preconceito de sua primeira patroa precisou alisar o cabelo. Mais do que perder a chance de participar dos concursos de cabelos black power, Zica sentiu que perdeu a sua identidade, mas não perdeu a garra, a força, nem a determinação. Dedicou-se ao trabalho, a fazer o seu melhor. Como ela conta: “Passei minha adolescência triste, pois meu cabelo era visto como desleixado. Até que aos 20 anos fiz um curso de cabeleireira e me apaixonei pela profissão.”. Ela amou o curso, mas não aprendeu o que queria, cuidar de cabelos como o dela. Não se contentou e começou, em casa, a experimentar misturas e testar no próprio cabelo. Depois de 10 anos de tentativas e muitos tufos de cabelo perdidos, ela conseguiu. Como contou: “Eu criei um produto para mulheres como eu. Foi isso que me fez sonhar e acreditar no meu potencial.”.

Linda a história de persistência e determinação, né? Mais lindo e emocionante é ouvi-la contar a sua luta com alegria e o sorriso no rosto de quem é vitoriosa. Melhor ainda é ter a oportunidade de aprender com tanta sabedoria e lição de vida. Enquanto conta a sua história ela nos lança frases como: “Todos precisam aprender a recomeçar sempre.”, “Todos os dias quando acordo me olho no espelho e digo para mim: eu quero, eu posso, eu consigo.”.


Ana Lucia, da Fuxicarte, uma mulher que recusou o destino imposto para ela e criou a sua própria história, linda, fofa, com um sorriso enorme e cativante, com um humor incrível que arranca risadas mesmo quando conta passagens duras de sua vida.




Ela foi criada na Comunidade do Dique por uma mãe zelosa, mas muito rigorosa que determinou que a filha caçula não fosse trabalhar fora, iria se casar, ser boa esposa e ótima dona de casa. Mas Ana Lúcia queria trabalhar, queria ganhar o seu próprio dinheiro, ter independência e melhorar de vida. Ela casou-se como a mãe queria, mas a partir daí correu atrás do seu sonho. Aproveitou a oportunidade! Uma ONG ofereceu R$ 50,00 para alguns moradores da comunidade fazerem um curso de artesanato. Ela pegou esse dinheiro e prometeu que iria dobrá-lo. Após o curso começou a trabalhar e quando já ganhava um bom dinheiro, levou um baque da vida. Sua mãe ficou doente e ela escolheu se ausentar por três meses para cuidar da mãe. Isso exigiu um recomeço. Ana Lucia se juntou com outras amigas e começaram a fazer fuxicos, criando a Fuxicarte. Participou de feiras e até de eventos como o Fashion Week Rio. O trabalho e história de vida da Ana Lúcia lhe renderam prêmio de melhor microempreendedora em 2012. Ana Lucia ganhou um concurso, foi parar em Paris e teve uma de suas Almofadas Fuxicão vendidas por 30 mil euros no Festival de Cannes.


A história de perseverança e fé da Ana Lúcia emociona e empolga. Dá uma alegria enorme no peito ouvi-la dizendo que: “Acreditar no seu sonho é saber aonde quer chegar. O melhor é mostrar isso para os filhos. Ela que tinha a casa interditada, agora mora no asfalto. A comunidade vê que ela chegou aonde chegou e pode acreditar que também pode chegar lá.”.


O sonho da Ana Lúcia agora é fazer com que a Rede Asta seja mais conhecida para que cada vez mais mulheres, que hoje vivem na situação que a Ana Lúcia já viveu, tenham a oportunidade do primeiro emprego e fazer o próprio destino. O que ela diz para essas mulheres? "Para de olhar o problema, vem que tem solução.".

Ana Lucia e a Zica são lindos exemplos de mulheres que encontraram a própria essência, a própria identidade. Que são o que todas nós podemos ser: a melhor versão de nós mesmas.


O que elas têm em comum? Acreditam no próprio sonho, não aceitam o destino que os outros lhe determinam, elas fazem o próprio destino, têm coragem para começar e recomeçar quantas vezes for necessário, usam a autocrítica para impulsionar, querem fazer a diferença e melhorar a vida de outras pessoas.


Amei a oportunidade de ouvir e aprender com essas mulheres. Adorei o evento como um todo e encontrar as amigas blogueiras.



A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

10 comentários:

  1. Muito bacana o evento. E essas histórias são sempre muito inspiradoras e nos falem refletir sobre a vida! Beijos, Fabi Fontainha

    ResponderExcluir
  2. Que evento bacana! Ótima energia e pessoas inspiradoras.

    ResponderExcluir
  3. Evento ótimo cheio de informações é melhor ainda cheio de amigas para encontrar 💋💋💋

    ResponderExcluir
  4. Evento lindo esse, deve ter sido maravilhoso estar presente!

    Clau
    @AsPasseadeiras

    ResponderExcluir
  5. O evento deve mesmo ter sido o máximo. Aqui em casa adoramos Activia

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  6. Evento incrível. E as histórias, cada uma mais inspiradora que a outra. Amei!

    ResponderExcluir
  7. Adoro ver mulheres assim Chris, que passaram por cima das suas dificuldades e encontraram um lugar no mundo.É inspirador!
    Abraços.
    Patricia Tayão.
    www.viajarhei.com

    ResponderExcluir
  8. AMO HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO E VITÓRIAS..TODOS PRECISAMOS DESSE GÁS PARA ENFRENTAR A VIDA <3

    ResponderExcluir
  9. AMO HISTÓRIAS DE SUPERAÇÃO E VITÓRIAS..TODOS PRECISAMOS DESSE GÁS PARA ENFRENTAR A VIDA <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo