domingo, 18 de junho de 2017

A Semana 24 de 2017 - Maratona Varilux


Digo que esta foi uma semana difícil de lidar com esse Rio de Janeiro. Tanta coisa rolando... Os cinemas bombando. Tinha Festival de Cinema Uruguaio no CCBB, Festival de Cinema Grego na Caixa Cultural, Shell Open Air e Festival Varilux de Cinema Francês.

Como eu adoro cinema francês, principalmente as comédias, fiquei louca! Reorganizei a minha agenda para poder aproveitar ao máximo. Uma verdadeira maratona cinéfila que começou no final da semana passada com os filmes "Uma Agente Muito Louca" e "Tal mãe, tal filha".

Os selecionados dessa semana foram:

"Perdidos em Paris", em uma sessão com debate com o diretor e atores. A comédia é excelente. Me diverti bastante e contei no post "Filme Perdidos em Paris mais entrevista com atores".



No mesmo dia, na mesma sala, logo em seguida, pois fiz dobradinha no cinema, eu assisti ao filme "O Filho Uruguaio", também em sessão com debate com atores e diretores. O filme foi excelente, um drama contado com sensibilidade que eu falei no post "Filme O Filho Uruguaio mais bate-papo com o diretor Olivie Peyon".


Neste dia nem as minhas filhas, nem o marido queriam me acompanhar na minha loucura Varilux. As amigas também estavam com outros programas, então fui sozinha. No momento que decidi ir sozinha a minha filha mais velha falou: "Mas você vai sozinha?" (Este foi o tema do meu post da semana 23 de 2017). 

Estávamos na mesa almoçando e eu falei que iria sozinha na boa, que sou boa companhia para mim mesma, e conversamos sobre a importância de se sentir bem consigo mesma. 

Fico grata por ter a oportunidade de me mostrar para as minhas filhas e por termos conversas gostosas e aprendermos umas com as outras.

Outro dia e mais dobradinha. Desta vez fui de "Tour de France". Um filme que fala acima de tudo sobre tolerância e que tem Gerard Depardieu atuando com o rapper Sadek. Aliás, Sadek esteve aqui para apresentar o filme e conversar com a plateia, mas infelizmente eu não consegui pegar esta sessão.

Sinopse:
Far’Hook é um jovem rapper de vinte anos que é forçado a deixar Paris por um tempo. Seu produtor, então, recomenda que o jovem artista passe um tempo com seu pai, Serge, um homem decidido a seguir os passos de Joseph Vernet, um famoso pintor francês. Logo, o rapper se junta a Serge e a jornada dos dois criará uma amizade improvável entre dois homens extremamente distintos.




O segundo filme escolhido deste dia foi "Coração e Alma" que fala de morte e vida, e mostra a questão da doação de órgãos por todos os pontos de vista.

Sinopse:
Tudo começa ao amanhecer; três jovens surfistas em um mar furioso. Poucas horas depois, a caminho de casa, ocorre um acidente. Agora totalmente ligado às máquinas em um hospital em Le Havre, a vida de Simon está por um fio. Enquanto isso, em Paris, uma mulher aguarda o transplante de órgão que lhe dará uma nova chance de vida.



O Festival estava com muitos filmes ótimos e pouco tempo para ver todos, mas eu estava disposta a aproveitar ao máximo. Então, segui os dias na minha maratona. Escolhendo agora "Um Instante de Amor", um drama intenso e marcante, com um final surpreendente. Daqueles que à noite ainda vem cenas do filme na cabeça.

Sinopse:
Ao fim da Segunda Guerra Mundial, Gabrielle encontra-se velha demais para permanecer solteira e é obrigada a casar-se com um viúvo frequentador de prostíbulos. Infeliz e incapaz de engravidar, Gabrielle viaja em busca de cura em águas termais e se envolve romanticamente com um militar casado.



Eu gosto principalmente das comédias francesas, mas os dramas também são ótimos e decidi conhecer "A Vida de Uma Mulher", de Stéphane Brizé, com Judith Cemla, indicada ao César de melhor atriz pelo papel. Mais um drama forte que fala de escolhas, de amor, de família, de gratidão e sobre perdas.

Sinopse:
Jeanne volta para casa após completar os estudos e passa a ajudar os zelosos pais nas tarefas do campo. Certo dia o Visconde Julien de Lamare aparece nas redondezas e logo conquista o coração da jovem, que, encantada, com ele se casa e vai morar. Conforme o tempo avança Julien, se mostra infiel, avarento e nada companheiro, o que vai minando a alegria de viver da antes esperançosa Jeanne.




Depois de quatro dramas, eu precisava de uma comédia leve, divertida, que faz rir e emociona. E ainda tem Omar Sy, que se consagrou em “Intocáveis”, vivendo um pai solteiro às voltas com sua filha. Contei do filme "Uma Família de Dois" aqui no blog. Só clicar no link para saber mais sobre esta comédia dramática que vai estrear em circuito comercial em julho deste ano.



Muitos filmes em uma semana, né? Já que era uma maratona, eu queria mais. Fui assistir a "Um Perfil Para Dois", uma comédia romântica divertida, atual, que fala sobre velhice, família e amor. O veterano Pierre Richard, que brinca com as possibilidades de relacionamentos amorosos pela internet, está hilário. As caras que ele faz para convencer Alex de entrar no jogo dele são ótimas. Dei boas risadas. A Ana Luiza e a Sofia foram comigo e também gostaram muito. 

Sinopse:
Pierre é um viúvo e aposentado que não sai de casa há mais de 10 anos. Descobre as alegrias da internet graças a Alex, um jovem contratado por sua filha para lhe ensinar o básico de computadores. Em um site de namoro, uma mulher jovem e bela, que usa o codinome flora63, é seduzida pelo romantismo de Pierre e o propõe um primeiro encontro. Apaixonado, Pierre volta a viver feliz, mas em seu perfil ele colocou a foto de Alex e não a sua. Pierre deve agora convencer o jovem Alex de encontrar Flora em seu lugar.




Depois desta semana de cinema todos os dias para poder ver o máximo de filmes do Festival, recebi a informação de que o Festival foi prorrogado. Ótimo! Poderei assistir a mais alguns.

Esta foi a semana que eu fiquei mais chateada, até então, por estar desempregada. Ter o festival para ocupar o meu tempo, para distrair o foco foi muito bom. Fico grata pela companhia das amigas que foram comigo a algumas sessões, fico grata pelas minhas filhas que me acompanharam em outras, fico grata pelo meu marido que apoia os meus passeios e o tempo para mim mesma, e fico grata por mim mesma por procurar algo que me faça bem. 

Este post faz parte da BC #52SemanasDeGratidão proposta pela Elaine Gaspareto que neste ano vai substituir a BC A Semana que aqui no blog substituiu a BC Pequenas Felicidades.




Você pode me encontrar também

A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

2 comentários:

  1. Eta que maratona legal essa! Bons filmes e SEM NEM SUAR,rs...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Chris:
    Ufa que corrida,heim? Ma o importante que conseguises ver os filmes e principalmente estar contigo mesma.
    beijocas

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo