sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Parque das Figueiras na Lagoa Rodrigo de Freitas


E estava cheia de curiosidade para ver o Parque das Figueiras na Lagoa Rodrigo de Freitas que acabou de ser entregue ao público. Então corremos lá para fazer uma visitinha mesmo o tempo estando chuvoso.



O Parque fica na área entre o Heliporto e o Complexo Lagoon. Um espaço que até então ocupado por estabelecimentos provados. Por alie já tivemos um Drive In, depois foi Roxy Roller (Patinei muito por ali. caraca, essa é das antigas), depois  veio a Mamão com Açúcar, de pois foi a academia Estação do Corpo. Passou por ali também a pizzaria Gato Pardo e a boite Resumo da Ópera. 

Agora, finalmente o espaço que se manteve privado por mais de 40 anos está disponível para o uso público.

No projeto inicial ali seria o Parque Radical, mas foi reaberto como Parque das Figueiras e essa era uma das minhas curiosidades. Saber se apenas o nome tinha mudado ou se o conceito do parque também. Por coincidência, enquanto a Sofia brincava com uma amiga, eu conheci a arquiteta Claudia Grangeiro que foi responsável pelo projeto.


Ela me explicou que sim, o conceito mudou. O Parque Radical teria uma pista de BMX no lugar que hoje tem o parquinho, e outras diferenças mais. Na verdade, como a cidade terá o Parque Radical de Deodoro que será muito mais completo, entendeu-se que esta área da Lagoa abrigaria melhor outro conceito: um lugar arborizado, com livre acesso a pedestres e ciclistas, com atmosfera para passeios, eventos com instalações temporárias (inclusive, no próximo final de semana vai rolar uma edição da Babilônia Feira Hype), oficinas esportivas e artísticas. Eliminou-se o máximo de barreiras possível, retirando os muros que cercavam a área até então. Foram mantidos apenas aqueles necessários, como a parede do Complexo Lagoon.



O resultado foi um parque bucólico, mais rústico, com um certo charme inclusive e bastante espaço verde. São 21.000 m2 ao todo, sendo metade da área gramada. A grama foi a última parte a ser entregue e por isso ainda está se acomodando, tem algumas partes quem ainda não está bem verdinha.

Tem um playground infantil bem básico com: duas gangorras, um escorrega, dois balanços e um integrado com casinha, ponte, escorrega e balanço.



Com tanto espaço para andar de bicicleta, patinar, correr, jogar bola, brincar de pique e qualquer outra das muitas brincadeiras de criança, eu achei que o parquinho ficou de bom tamanho.

O parque tem 500m de ciclovias e pistas de caminhada, conectadas com a Lagoa e com a ciclovia do Complexo Cinépolis.



E o visual nesta área é sempre lindo, mesmo em dias cinzas.



Depois de apreciar a vista da Lagoa, voltamos ao Parque das Figueiras que foi batizado com este nome considerando as 4 árvores de mais de 30m de altura, que ganharam destaque na entrada, e para não confundir com o Parque Radical de Deodoro.

As figueiras realmente são lindas, exuberantes e merecem ser mantidas e até reverenciadas.


Achei legal também a pegada sustentável que deram ao parque reaproveitando os troncos de madeira que iriam para o lixo para fazer caminhos e bancos. Os troncos são de árvores que tombaram após uma ventania que rolou no mês de novembro com ventos de mais de 70 km por hora.

Manilhas que enrolavam fios também foram reutilizadas para servirem de mesas. Para ficarem mais charmosas as manilhas ganharam mosaicos coloridos.


Tem umas quatro ou cinco dessas mesas espalhadas pelo parque com banquinho de tronco de árvore ao redor.


Bom para um piqueniquei, né? Aliás, eu achei o espaço ótimo para um piquenique.


Além de manter todas as árevores já existentes no local, foram plantadas 105 novas árvores. Coisa boa, né? Precisamos mesmo que muitas árvores sejam replantadas pela cidade.

Por enquanto essas 150 novas árvores estão pequenas e não dão sombra ainda. Mas, mesmo assim, a área tem bastante sombra.


O Parque que agora é público e de uso flexível e aberto, ainda tem 3 academias: 1 ATI e 2 de aço inox (MUDE) , e áreas para prática de aulas em grupo, uma estação BikeRio com 12 bicicletas, 40 bicicletários.

Eu já estou com vontade de fazer um piquenique no Parque das Figueiras, ficar sentanda em baixo de uma das árvores musas inspiradoras de batismo enquanto as crianças correm. Acho que a abertura do espaço deu uma continuidade na Lagoa Rodrigo de Freitas e que será uma boa opção para desafogar o fluxo no Parque dos Patins e aliviar a concorrência por espaços para piquenique no Cantagalo.

A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

9 comentários:

  1. Que espaço bonito! Muito legal a cidade ter recebido um espaço público de volta.

    ResponderExcluir
  2. Que lugar calmo e encantador. Deve ser uma delicia passear por ai. É a cidade maravilhosa.

    http://www.arianebaldassin.com/

    ResponderExcluir
  3. Incrível como tudo no Rio é lindo, meu sonho é conhecer essa cidade! Adorei o post, parabéns!

    www.mamafante.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que passeio delicioso!!! Sonho em conhecer todos esses lugares lindos e maravilhosos que você posta!!

    ResponderExcluir
  5. Que delícia de lugar! RJ vc é lindo demais!

    ResponderExcluir
  6. que parque lindo, que delícia de passeio....

    ResponderExcluir
  7. Qualquer lugar com a vista do Rio fica ainda mais lindo.
    AMEI
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir
  8. Que lugar lindo! O passeio deve ter sido maravilhoso.

    Beijos
    www.agorasomospais.com.br

    ResponderExcluir
  9. Adorei conhecer .. parece ser lindo mesmo, adoro seus passeios

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo