quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Perna de pau, a brincadeira da vez!


Tá certo que nós estamos no país do futebol, mas "perna de pau" não é só aquela pessoa ruim de bola, sem habilidade e sem jeito com a redonda. Pelo contrário, andar em uma perna de pau requer muito equilíbrio e habilidade motora. Também não é só coisa de pirata, com cara de mau, como dizia Braguinha em sua marchinha. Pelo contrário, andar na perna de pau proporciona muitos sorrisos lindos e carinha de satisfação e orgulho pela conquista.

A Sofia descobriu essa brincadeira de criança que também é uma prática circense e só quer saber de andar de perna de pau pra lá e pra cá.

E ela aprendeu rapidinho.

O primeiro cuidado foi na escolha do brinquedo. Selecionamos um adequado ao tamanho e peso dela, que não ficasse muito alta e não fosse presa na perna, pelo menos nesse início.

O segundo cuidado foi ensinar a cair sempre para frente e largando as pernas de pau para os lados. Quem começa com o modelo que é preso às pernas deve utilizar joelheiras e cair para frente de joelhos.


Após os cuidados iniciais e nos certificarmos que o brinquedo estava seguro e estável, a Sofia começou a ensaiar os primeiros passos. Iniciou encostada na parede e comigo na frente dando apoio. Conforme eu ia sentindo que ela estava equilibrada, soltava um pouco. Levamos uns 30 minutos nesse processo e cada vez que a minha filhota caía, se apoiava no meu ombro e de quebra me dava um abraço e alguns beijinhos. Além do carinho recebido ainda me emocionei recordando as fases em que a ensinei a andar de bicicleta sem rodinha e patins.

Bom, emoções à parte, eu fui rapidamente dispensada do meu papel de apoio e passei à fotógrafa e incentivadora.

A Sofia encostava-se à parede, concentrava-se, e quando sentia que estava equilibrada partia. Logo após a primeira caminhada solo, o medo inicial deu lugar a coragem e a satisfação pessoal, e ela falou sorrindo: "Estou me sentindo o máximo!".



Uma brincadeira simples, tradicional (do tipo "das antigas") divertida e que traz muitos benefícios porque trabalha o equilíbrio, a autoestima, concentração, a superação e a satisfação pessoal, proporcionando alegria.

Como uma atividade circense melhora o condicionamento físico de modo geral, ajuda a desenvolver a consciência corporal, aumenta a força das pernas (subir várias vezes na pequena plataforma não é fácil não, as coxas trabalham bastante) e braços (neste modelo da Sofia ela precisa fazer força para cima para a plataforma não desgrudar dos pés),  ajudam no equilíbrio e na postura, e como divertem, substituem o estresse por felicidade. Nossa, depois de pensar e escrever isso vou ali arrumar uma perna de pau para mim.

E outra! Socializa também. As amigas da Sofia já estão vindo para nossa casa para aprenderem a andar na perna de pau também. Juntas elas ensinam, ajudam e cooperam umas com as outras.


A Autora:
Chris Ferreira

Chris Ferreira

Eu, uma mãe integral mesmo trabalhando em horário comercial, que procura equilibrar os diferentes papéis da mulher com prioridades e alegria.

Acredito que podemos levar a vida a sério, mas de forma divertida e é isto que eu tento mostrar no blog.

Google +

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Pin It button on image hover
▲ Topo